7 de setembro de 2010

Kaori - Perfume de Vampira

Mais um livro que comprei na Bienal de São Paulo deste ano, onde tive o prazer de conhecer a autora, Giulia Moon.

O livro conta duas histórias ao mesmo tempo, que se unem no final. Uma se passa no Japão, em 1856, e a outra no Brasil, na cidade de São Paulo, 2008.

No Japão, somos apresentados à história de Kaori, uma garota de quatorze anos que tem sua vida alterada completamente quando seu pai é assassinado a mando de Missora, dona de um bordel que faria de tudo para que pudesse ter a bela e jovem Kaori em sua casa. Kaori vai, aos poucos, alimentando seu desejo de vingança contra a assassina de seu pai, e consegue realizá-lo quando é transformada em uma vampira.

No Brasil, seguimos os passos de Samuel Jouza, um vampwatcher, isto é, um homem cujo trabalho é observar e catalogar vampiros. Seu empregador é o IBEFF - Instituto Brasileiro de Fenômenos Fantásticos. Logo seu caminho se cruza com o de Beatriz Semper, uma bióloga, também empregada pelo IBEFF, mas responsável por observar os famélicos, outra espécie estranha entre tantas que vagam pelas ruas de São Paulo.

Como fã da cultura japonesa, eu amei o livro. A vida de Kaori no Japão é cheia de informações interessantes para quem gosta dessa cultura, pois aprendi bastante sobre a mitologia japonesa através do livro. O livro mescla sensualidade com violência e tem uma história muito envolvente. Sofri acompanhando a história de Kaori, vibrei torcendo por Samuel e Beatriz. Giulia Moon não economizou no sangue, vários personagens morrem de maneira cruel ao decorrer do livro. Seus vampiros são sensuais, mas também são sedentos por sangue...
Related Posts with Thumbnails