7 de outubro de 2010

A Estrada da Noite

Jude Coyne é um típico ex-estrela do rock. 54 anos, barbudo, gordo e tatuado, já experimentou de tudo na vida e dormiu com muitas mulheres. Não gosta de chamá-las pelo nome, quando precisa falar com elas, diz o nome do estado de onde vem. A mais recente é Geórgia, uma gótica com metade da sua idade (como tantas outras), com quem vive há nove meses.

O que diferencia Jude de outros roqueiros é seu hobby de colecionar artefatos macabros. Por isso, quando vê em um site de leilão o anúncio da venda de um fantasma, não pensa duas vezes antes de comprar. Logo chega em sua casa a caixa em formato de coração, contendo o paletó do morto. Até aí, tudo bem. O que ele não sabia é que o fantasma é o padrastro de uma ex-namorada que se suicidou, e que fará de tudo para por um fim à vida do roqueiro.

A Estrada da Noite é o primeiro livro de Joe Hill, cujo nome verdadeiro é Joseph Hillstrom King. Reconheceu o sobrenome? Pois é, ele é filho do mestre do horror Stephen King, e com certeza ele herdou o talento do pai.

Confesso que várias partes do livro me deixaram com medo. Ele daria um ótimo filme de terror, pois tem cenas de susto garantidas. Por sorte, li a maior parte durante o dia. Mas mesmo assim, quando o sol se punha, tinha receio de olhar para o corredor e ver o homem com o chapéu de feltro preto sentado no final...

Se você gosta de sentir um frio na espinha, leia este livro!

Capa original (bem parecida com a brasileira, apesar do nome ser completamente diferente):

Related Posts with Thumbnails