3 de janeiro de 2011

Ímpeto & O Melhor dos Erros

Livro com duas histórias - por isso estou resenhando-as separadamente. Ambas são super descontraídas, ótimas para passar a tarde.

Ímpeto

Após a morte de sua tia, Rebecca decide vender tudo que possui e largar seu emprego entediante de contadora para passar umas férias na Grécia. E lá ela conhece Stephen, um milionário grego (que sonho, hein). Ambos se apaixonam à primeira vista, porém Rebecca teme que Stephen descubra que ela não é a mulher aventureira que aparenta e, assim, deixe de gostar dela.

Eu achei que o casal se apaixonou rápido demais nessa história. Não gostei de Stephen, achei ele muito machão, teve várias partes em que ele agarrava os braços da Rebecca para falar alguma coisa e ela ficava sem reação. A história foi escrita em 1989, talvez seja o estereótipo esperado para a época, não sei.

Abaixo a capa de Ímpeto (Impulse, no original) e a capa de outro livro junto ao qual essa história foi publicada (que eu achei linda):


O Melhor dos Erros

Zoe, mãe solteira, divide seu tempo entre a casa, dois empregos e seu filho. Para ganhar um dinheiro extra, resolve alugar um quarto da casa. Quem responde ao anúncio é Cooper, jornalista esportivo. Logo que a vê, se sente atraído por Zoe. Mas ela vem com um "pacote": o pequeno Keenan, de quatro anos. Ao mesmo tempo que quer ficar com ela, começa a passar tempo com o garoto e acaba se afeiçoando aos dois. Será que Cooper conseguirá deixar sua vida de solteiro e adotar uma nova família?

Gostei mais dessa história do que da primeira. Cooper é um cara legal, exceto quando resolve se meter no emprego da Zoe (olha o machismo de novo...). O Keenan é simplesmente encantador, super fofo, o filho que todo mundo quer ter. Uma história romântica e com final feliz.

Abaixo uma capa para O Melhor dos Erros (The Best Mistake) e outro livro no qual essas mesmas duas histórias foram publicadas:

Related Posts with Thumbnails