25 de abril de 2011

A Cruz de Morrigan

Primeiro volume da Trilogia do Círculo:

1. A Cruz de Morrigan
2. O Baile dos Deuses
3. O Vale do Silêncio

Hoyt e Cian são irmãos, nascidos na Irlanda do século XII. Seus laços são subitamente quebrados por Lilith, uma vampiro, que transforma Cian em um dos seus. Hoyt, um mago, pede ajuda à deusa Morrigan. Ela afirma-lhe que, para derrotar Lilith, terá que formar um círculo de seis escolhidos: ele próprio, a bruxa, a guerreira, a erudita, aquele de múltiplas formas e aquele que ele perdeu.

Dito isso, Morrigan o transporta para os Estados Unidos do século XXI...

É lá que ele conhece - e se apaixona irremediavelmente - Glenna, a bruxa. Ela se junta aos irmãos, assim como outros personagens que vêm de longe, de outro mundo, para ajudá-los em seu destino: destruir a deusa do Mal, Lilith.

Eu gosto bastante de livros de vampiros e dos livros da Nora Roberts, por isso não me decepcionei com este! O amor e a paixão entre Hoyt e Glenna são bem intensos, do que tipo que nos faz suspirar. Fiquei curiosa para saber como será o desenvolvimento dos outros casais da trama.

Porém, achei o desenvolvimento da história parecido demais com a trilogia Sign of Seven, da mesma autora. Pareceu que ela aproveitou as linhas gerais: três casais, unidos pelo destino, com o objetivo de eliminar o Mal da Terra. Assim como Cal e Quinn em Sign of Seven, Hoyt e Glenna em alguns dias se apaixonam e já decidem se casar, apesar do mundo lá fora estar um caos. Outra coisa que não curti muito foi essa história de viagem no tempo... É certo que foi a solução encontrada pela autora para juntar o mago ao irmão vampiro com quase mil anos. Mas achei meio fora do contexto, apesar de ser uma história de fantasia.

Apesar disso, a história prende bastante e é bem envolvente. Não estou muuuito ansiosa pelo próximo volume, mas com certeza irei acompanhar essa série.
Related Posts with Thumbnails