9 de maio de 2011

Desculpa se te chamo de amor

E continuam assim, beijam-se sem se dar conta de nada, das pessoas que desfilam ao lado, vencedores e vencidos de uma final importante, mas no fundo não tão importante... Em seguida, Alessandro não aguenta mais segurá-la e caem entre as cadeiras da arquibancada. E não se machucam. E riem. E continuam a se beijar. Não há nada a fazer. Ás vezes, o amor vence mesmo tudo.

Alessandro é um publicitário bem-sucedido de 37 anos. Nikki é uma adolescente de 17, quase 18, anos. O destino faz com que se encontrem em Roma, quando Alessandro bate sua BMW na moto de Nikki. Ela fica nervosa, faz ameaças, diz para ele pagar o conserto. Ele está atrasado para o trabalho, mas aceita, leva-a ao mecânico e ao colégio. Aos poucos, vão se conhecendo e se apaixonando. Será que a diferença de idade irá ajudar ou atrapalhar esse relacionamento?

Desculpa se te chamo de amor é um livro apaixonante. Não há outro modo de descrevê-lo. Eu me arrependi de não ter lido com uma caneta marca-texto do lado, de tantas frases belas que há no livro.

No começo eu estranhei o estilo do autor, composto de frases curtas. Porém, depois de algumas páginas já me acostumei e mergulhei fundo na história de Nikki e suas amigas e Alessandro e seus amigos. É uma linda história de amor, com alguns percalços no meio, mas com final feliz. Além disso, o livro é uma verdadeira viagem pela Itália, com seus cenários belíssimos e comidas deliciosas. Me deu vontade de passear por lá...

Recomendo a todos que estejam apaixonados ou na busca por seu grande amor.

O livro deu origem a um filme, lançado na Itália em 2008. O filme foi lançado no Brasil com o título Lição de Amor. Veja o trailer abaixo (no idioma original, portanto em italiano).
 

Related Posts with Thumbnails