26 de setembro de 2011

Conheça a autora: Adriana Vargas

Oi pessoal! Hoje eu vim apresentar-lhes a autora nacional Adriana Vargas.
Sou formada em direito, mas não exerço a profissão, não porque não goste, apenas porque não me encontro nela. Atualmente, apenas me dedico aos meus livros e estudos de antigas civilizações. Moro em Campo Grande/MS. Meu hobbie é escrever (rs), mas também aprecio um bom filme, ou documentários. Sou extrovertida - uma pessoa feliz, que encontrou o seu lugar no mundo. Meu estilo literário é fugir dos padrões; escrevo desde ensaios, crônicas, romances, poesias; não sigo nenhum autor como inspiração, e acredito ter um traço característico em meu estilo de se escrever sem estilo; assim escrevo, desde que nasci e tornei-me gente - quando aprendi a escrever! Aprecio me distrair olhando os objetos comuns e descrevê-los de modo a transformá-los em algo alcançado por minha ótica fantasiosa - gosto de transformar objetos em sentimentos. Não tenho grandes ídolos, e nem decoro chavões; e da escrita, espero apenas uma anedota - que assim eu viva, e morra.

A Adriana faz parte do Clube dos Novos Autores, que eu havia comentado neste post. Vamos conhecer algumas de suas obras?

O VÔO DA ESTIRPE

“Se tiver que chorar; chorarei com lágrimas de verdade, não apenas no banheiro, ou embaixo do cobertor, mas em qualquer lugar que caiba a minha dor.”


O que você faria se encontrasse alguém, que mudasse, não somente a sua vida, mas tudo existente em si? Seria possível se apaixonar por um estranho que invade os seus sonhos; a sua rotina; te perseguindo em todos os lugares, sem ao menos dizer o seu nome? Uma linda história de amor, interrompida pela descoberta de uma doença incurável; incríveis momentos juntos em uma aventura detalhada dentro da suntuosa pirâmide de Queóps.

Um velho diário encontrado, Clarice descobre entre as anotações, os desejos que Klaus tanto gostaria de realizar antes de sua morte, e não houve tempo; e novamente, ele estava em todos os lugares... Denotando ao livro, um cunho de mistério e beleza de sentimentos incomparáveis.


Onde encontrar:

O OITAVO PECADO

“Pude pressentir uma afinidade de almas; era algo próximo de idéias quiméricas. Tudo que estava sentindo, era fantasioso, porém, real, a ponto de querer trocar minha divindade por um único toque.”


O que se faria por amor?

Um anjo caído em busca de seu grande amor...

Alguém terá que pagar por isso...

Somente o mais forte sobreviverá.

Henaph nasceu com a missão de guardar o Jardim, porém, ao se deparar com o seu Mestre de ensinamentos, Deus Hermes, que a prepararia para a sua missão, abdicou de tudo, até mesmo de sua imortalidade para viver este grande amor, cometendo o Oitavo Pecado, em nome de uma paixão, porém, ao conhecer Minos, o rei de Creta, se envolve em um instigante triângulo amoroso; nas malhas de uma paixão proibida, que a obrigará a fazer uma escolha entre o verdadeiro amor, ou volta da imortalidade. Entre a missão e a paixão, Henaph precisará fazer uma escolha... O que ela escolherá?

Onde encontrar:

O SEGREDO DE EVA

“Eu ouso a pular do precipício com os braços abertos gritando o seu nome; ouso ser clamada como louca, débil e insensata...”


A autora criou a personagem quem em um monólogo interior, descobre o mundo em que vive e sente; conteúdo tragado por uma linha literária única e característica à autora, que desvenda através de si, os mistérios sobre o amor pelo homem que o chama de “segredo”; pela escrita que se deriva de seu eu interior.

Dedicada a todos os amantes incondicionais da literatura, a obra persegue os passos do estilo literário “claricence”, pelo modo intenso, ofegante e degenerado.

Aos que ousam...



Onde encontrar:

Visitem também:
Related Posts with Thumbnails