11 de novembro de 2011

Julieta Imortal

Eu não sou Ariel Dragland. Meu nome é Julieta e passei séculos entrando e saindo do corpo de pessoas diferentes, lutando pelo amor, tentando salvar almas gêmeas de Romeu, o homem que me matou. Sim, aquela Julieta. Aquele Romeu. 

Tudo o que conhecemos da história de Romeu e Julieta está errado - quem alterou-a foi o próprio Romeu, ao contá-la para Shakespeare. Na verdade, Julieta foi assassinada pelo seu amado Romeu, que a matou em troca da imortalidade. Depois disso, Romeu foi trabalhar para os Mercenários, em busca de outros amantes que desejassem trocar a vida de seus amados pela vida imortal; e Julieta foi para os Embaixadores da Luz, responsável por juntar almas gêmeas antes que Romeu possa agir.

Para isso, eles entram no corpo de outras pessoas, pois eles próprios já não tem mais corpo físico. No ano de 2011, eles irão tomar os corpos de Dylan e de Ariel, dois estudantes colegiais. Tentando fugir de Dylan/Romeu, Ariel/Julieta encontra Ben - por quem se apaixona, o que é contra as regras dos Embaixadores da Luz...

Esse livro foi cheio de altos e baixos para mim. Eu achei o começo confuso, com esse monte de informações sobre Embaixadores, Mercenários, Enfermeiras. Também me fez lembrar do livro A Hospedeira - que também é sobre uma pessoa que entra no corpo de outra. Quando eu achei que não iria mais gostar do livro, ele começou a ficar bom. No meio fiquei bastante empolgada com a história, ela estava fluindo bem e eu li bem rápido. Mas quando chegou no final, ela desandou de vez.

A autora tinha um monte de coisas para trabalhar - a antiga paixão entre Julieta e Romeu, a nova entre Ariel/Julieta e Ben, a melhor amiga de Ariel, além de todo o universo sobrenatural. Porém, deu a impressão que ela não sabia como terminar a história e acabou inventando um final bobo. Nada contra finais no estilo "e viveram felizes para sempre", mas neste caso, ficou parecendo que a história foi forçada para terminar desse jeito. E eu não consegui engolir. Por exemplo: em muitos momentos do livro Julieta pensa: "não posso fazer isso, pois o que vai acontecer com a vida da Ariel quando eu deixar o corpo dela"; mas depois as ações dela não alteram o curso da história de Ariel. E onde estava ela enquanto Julieta ocupava seu corpo? E Dylan? Tem personagens que surgem de repente e se tornam importantes, mas onde estavam eles o tempo todo?

A autora tinha "a maior história de amor de todos os tempos" (segundo o subtítulo do livro) em mãos, mas inventou tanta coisa nova que não conseguiu aproveitá-la como poderia. Eu adoro histórias sobrenaturais mas, neste caso, a história não deu muito certo. Uma pena.

Nota:


Onde comprar: Saraiva - R$23,90
Related Posts with Thumbnails