7 de dezembro de 2011

Lançamento: Ergue-se a Noite

Lembram-se do livro O Legado da Caça-Vampiro, que resenhei aqui?

A Jardim dos Livros (nossa xará e selo da Geração Editoral) anunciou que irá publicar a continuação, parte da série Crônicas Vampíricas de Gardella! Como eu gostei bastante do primeiro livro, estou ansiosa por este!


Ainda em plena fase de luto fechado, Vitória Gardella volta a perambular pelas madrugadas de Londres, vestida com os trajes do marido morto, à caça de vampiros. Usa o disfarce masculino para não chamar atenção, afinal uma mulher não saía sozinha às ruas nem mesmo de dia, no século dezenove. Ela, porém, está muito adiante de seu tempo. Independente e voluntariosa, quer retomar sua missão, certa de que a rainha dos vampiros, Lilith, pode voltar a qualquer momento de seu exílio voluntário, cercada por seus seguidores.


Para enfrentá-la, Vitória deveria contar com a ajuda do jovem e experiente venador Max, que não manda notícias desde que regressou à sua Itália natal. E é para lá que Vitória viaja, agora disposta a desvendar tanto o paradeiro dele como as atividades dos membros da Tutela, uma organização secreta, recentemente descoberta, e que tem como missão alimentar vampiros, entregando-lhes seres humanos.


Este é o centro da trama de Ergue-se a noite – Crônicas vampíricas de Gardella, o segundo livro da saga das irresistíveis venadoras criadas por Colleen Gleason. A jovem americana é autora da série "Crônicas Vampíricas de Gardella", com cinco volumes, cujos direitos já foram adquiridos pela indústria do cinema. Neste segundo romance (o primeiro foi O legado da caça-vampiro), um lançamento Jardim dos Livros, o fascínio da heroína reside não só em sua coragem, beleza e sensualidade, mas no extremo voluntarismo, que muitas vezes a conduz a situações desesperadoras.


Sem tomar cuidados básicos, imprescindíveis à sua missão, não raro ela aumenta exponencialmente o fator de risco a que se expõe. Chega a ficar sem o amuleto que tem, como piercing, no umbigo – sua vis bulla. Sem forças para reagir a ataques, pode estar próxima do fim inexorável. Coloca em grande perigo, também, sua tia-avó, Eustácia, a octogenária sábia e ainda ágil, a quem todos os venadores admiram e seguem.


Ergue-se a noite é uma obra que instiga a leitura, tantos são os acontecimentos e circunstâncias. Seus intrigantes personagens masculinos não deixam a dever à heroína, que se divide entre o arrebatador e misterioso Sebastian Vioget e o arrogante e igualmente enigmático Max. O primeiro, um ousado conquistador, que vive a cortejar Vitória, nem sempre com sutileza. O segundo, estranha e profundamente mudado, a ponto de não parecer um aliado, mas inimigo. Seria?


Repleto de sequências eletrizantes, Ergue-se a noite tem todos os elementos para fazer com que o leitor mergulhe na trama, sempre brindado com fatos surpreendentes. Suspense, erotismo, violência, em um texto que nada fica a dever aos clássicos do gênero.
Related Posts with Thumbnails