5 de janeiro de 2012

Um Homem de Sorte

Victor analisou a fotografia antes de devolvê-la: - Você disse que a achou ao nascer do dia?
- Sim.
- Esse é o momento mais poderoso do dia.
- Você já me falou.
- Isso é um sinal. Ela é o seu amuleto da sorte.
(página 36 do livro)

Enquanto corria pelo deserto, Logan Thibault encontra uma fotografia de uma mulher. Longe de casa, no Oriente Médio, ele pensa que algum de seus companheiros de exército perdeu a fotografia. Porém, como ninguém a pega de volta, ele fica com ela. Segundo seu amigo Victor, a fotografia lhe traz sorte.

Ao voltar para os Estados Unidos, Logan decide atravessar o país a pé com seu cão Zeus, até encontrar a moça da fotografia. É assim que ele conhece Beth, mãe de um menino, que cuida de um canil com sua avó, Nana. A princípio, Logan não sabe muito bem o que deve fazer, mas acaba se candidatando para trabalhar no canil. É assim que sua vida e a dos que o cercam começa a mudar...

Bom, primeiro preciso dizer que já comecei lendo o livro imaginando quem iria morrer no final. Afinal, é um livro do Nicholas Sparks, e em TODOS os livros dele morre alguém no final. Surpreendentemente, eu NÃO chorei no final desse - mas sim, alguém morre e eu passei o livro inteiro em agonia achando que ia ser (claro) o cachorro.

Cachorrão *-*

Como sempre, os personagens de Sparks criam vida fora do livro. Impossível não se emocionar com Logan, Beth e os outros personagens da trama. A história é linda, sobre como uma pessoa pode transformar várias vidas.

Algo que achei muito legal no livro é que cada capítulo possui o nome de um personagem, mostrando o ponto de vista dele, mas sempre em terceira pessoa. Isso fez com que eu entendesse e me identificasse com cada um deles.

Thibault lê-se "tibô"

Enfim, recomendo fortemente a leitura!

Outras capas (eu particularmente gostei mais da última, achei mais delicada...):



Nota:

Onde comprar: Submarino - R$24,90
Related Posts with Thumbnails