24 de agosto de 2012

Resenha do leitor: A Estrada da Noite

A resenha de hoje foi escrita pelo Matheus, do blog Um Pouco de Café! Vamos conferir?

A maioria das resenhas sobre o livro em que eu li eram positivas, 4-5 estrelas no Skoob e, depois que soube que Joe Hill era filho do mestre dos livros de terror, Stephen King, não tive dúvidas senão lê-lo. Mas, eu não achei o livro tão bam-bam-bam assim.

A história dele é diferente: um colecionador de objetos macabros que comprou um fantasma em um leilão online e que agora está o perseguindo. Ok. Mas, achei que faltou alguma coisa no livro, não fiquei satisfeito totalmente com ele. Quando você está lendo, é como se você estivesse em uma montanha russa: ora você está nos loopings, com a adrenalina lá em cima, querendo mais, mais e mais; ora você está em uma com formato de centopeia, andando sempre no mesmo lugar, uma coisa NÃO chata, mas cansativa.

No começo do livro, você fica todo empolgado querendo ler, e cada vez quer mais pra ver o que vai acontecer. Daí o livro fica mediano (não é ruim não), daí ele volta a dar os loopings e novamente volta a ficar mediano.

Joe Hill soube muito bem estruturar os personagens, principalmente Jude, o principal. Ao mesmo tempo que autor colocou Jude como um rockeiro, todo durão e machão, ele soube colocar também um lado humano, em que se importa tanto aos seus cachorros quanto à namorada, Marybeth (ou Geórgia). Nunca sobrepondo um lado ao outro, mas sempre levando ambos os lados num equilíbrio. E também, fato curioso, foi que Jude pela minha imaginação se pareceu muito com o autor, fisicamente. Pelas descrições do livro, pareceu que o autor se auto-descreveu (não inteiramente, mas o rosto pelo menos eu achei; tirando os óculos..)

A trama do livro é uma coisa meio "óbvia". O fantasma assusta Jude. Ele foge. O fantasma o encontra, tenta persuadir Jude a matar Geórgia e os cachorros. Eles fogem, se escondem, o fantasma volta a perseguí-los, e assim vai. Claro, no meio de tudo isso tem coisas surpreendentes, mesmo! Detalhes e revelações que fazem a diferença e dão um "tchãn" na narrativa; coisas que você nem imaginava acontecem, mudam o rumo da narrativa para melhor, inesperadamente.

Não posso dizer que seja uma das melhores histórias em que já li porque estarei mentindo; mas também não digo que ele é Um lixão e uma porcaria. Achei o livro uma boa pedida para passar o tempo, para quem está sem leituras em mente, para fugir da “normalidade formal” das leituras. Há bastante palavrões em todo o livro, sexo e sangue, que incrementaram a história. Se não tivesse o uso deles, iria soar um tanto quanto estranho um roqueiro machão falando "me desculpe.. ai que dor, me machuquei.. rs.

O final, foi uma "tristeza". Acabou assim, sem mais nem menos. MAS ISSO foram as últimas frases do livro, porque como a história terminou eu até que curti. Achei que seria uma coisa e acabou sendo outra. Gostei bastante do autor, da maneira como escreve (fácil e diretamente)e quero ler "O pacto" futuramente.

Nota:

O resenhista - Matheus Bacil Moser:
Sou estudante, estou no segundo ano do ensino médio. Ler é um hobbie, faço quando tenho tempo (já que escola pra mim vem em primeiro plano e é época de vestibular quase). Tentei criar um blog, mas não é muito conhecido e não sei se é bom (umpoucodecafe.wordpress.com). Meu twitter é @Baciil, mas não tem nada de produtivo. Espero que goste de minha resenha, apesar de ser um livro não muito novo :l

21 comentários:

  1. Não sei se me arriscaria a ler... fiquei meio ressabiada com o mediano... livros assim acabam cansando e leio só pq sou brasileira e não desisto nunca... hahaha
    Interessante do autor não sabia que era filho do tão falado Stephen King... isso deve ser complicado pq devem querer e muito comparar pai e filho... o enredo em si não me agradou...mas fiquei com uma pontada de curiosidade.

    ResponderExcluir
  2. Oi Sora,
    Eu tenho este livro para ler em casa, mas depois da resenha acho que ele vai para o final da fila. Fiquei decepcionada.
    Beijos!
    Katielle
    www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. eu li este livro faz bastante tempo, e gostei bastante. claro que não foi um dos melhores livros que já li na minha vida, mas achei bem interessante. tbm achei que o autor se auto-descreveu no personagem, mas tudo bem :P

    ResponderExcluir
  4. Olá Sora,

    Gostei da resenha do Matheus. Li o livro, que peguei emprestado com um amigo, e sou franco em dizer que adorei. Tem, claro, momentos em que a narrativa fica um pouco lenta, mas ainda assim é uma boa história. Li também um livro de contos do mesmo autor e recomendo.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Praticamente a mesma opinião que tive. Não curti muito. Teve horas que achei que realmente ele podia ser filho de S.King... e outros que eu pensei que ele estivesse tirando com minha cara.

    Não me agradou, porque eu esperava mais de tudo. Porém também dei 3 estrelinhas, porque teve alguns aspectos bem interessantes.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Nossa, não sabia que o Joe HIll era filho do Stephen King :O
    Acho que isso deve colocar uma senhora pressão nas costas dele, né? Pobrezinho hahaha

    Ainda não li esse livro, mas não sei se me interessaria por ele. Preciso ler Stephen King antes ;_;

    Ótima resenha! :D

    Beijoooo!

    Ju
    julianagiacobelli.com

    ResponderExcluir
  7. Oi,

    já li amei!!!! Achei o livro muito bom, muito mais que um passatempo! Ótima resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. O livro pare ser bom. Não sei se coloco na minha lista... Vou anotar num post it, por via das dúvidas. =)

    Bjs!

    http://www.etecetera-e-tals.com

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li esse livro. Mas ele está na minha lista de espera, tenho certeza que é ótimo.
    Parabéns ao resenhista!

    Lucas
    livrosecontos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Sora!
    Eu tenho esse livro, comprei ele faz um tempo no submarino, paguei só 9,90 rs
    pois é, ainda não pude ler, mas todo mundo dizia que é bom. Sei lá, depois da sua resenha fiquei meio com o pé atrás.

    também pretendo ler O Pacto, mas primeiro tenho que ler esse rs

    abraços

    Pedro Almada
    http://inspirados-oandarilhodotempo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu adorei esse livro!! Li há algum tempo já, adorei. Ele tem uma escrita bem parecida com a do pai, mas ao mesmo tempo tem suas particularidades.

    ResponderExcluir
  12. Oie!

    "O final, foi uma "tristeza". Acabou assim, sem mais nem menos."

    Eita!! Assim desanima né?

    Mas, acho que vou dar uma chance para o livro kkk

    bjs!

    ResponderExcluir
  13. Estou com este livro em e-book mas ainda não li.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Ainda não li esse livro, mas sempre li umas resenhas positivas. Minha professora de matemática do ano passado me indicou também, dizendo que era muito bacana. Estava bem animada pra ler, mas isso da leitura não fluir tão bem justamente no meio, sei lá... Acho que não vai me agradar, hahaha
    Enfim, a capa é lindona! A fonte ficou perfeita! :D
    Gostei da resenha!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  15. Nossa, essa resenha aguçou a minha curiosidade!! rsrs

    Gostaria de convidá-la para participar da promoção que ta rolando lá no blog O Mundo de Ninguém, do livro Adorável Noite do autor Adriano Siqueira, que vai ocorrer dia 01/09.
    Espero te ver por lá!

    Beijocas!

    http://jessicacurto.blogspot.com.br/2012/07/promocao-adoravel-noite.html

    ResponderExcluir
  16. Hey
    Parabéns ao leitor pela resenha
    Estou querendo ler algo desse autor.. esse livro parece ser bem do tipo que gosto, mas acho que vou começar pelo O pacto.!

    Sora não gosta de filmes de comédias? Primeira pessoa que vejo dizer isso haha
    Eu prefiro os de terror/suspense...

    beijos e bom domingo
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  17. Ainda não tinha lido nada desse livro
    Essa é a primeira vez
    E gostei bastante da resenha

    Beijos
    @pocketlibro

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia nem o livro nem o autor, e já não gostei dele comprar um fantasma online... achei meio idiota, sei lá...

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Ah até parece ser legal, mas acho que não leria, meio tenso ;x
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  20. Já tinha visto alguns livros desse autor, mas não chegaram a despertar minha curiosidade.
    Achei interessante essa história, talvez leia algum dia apesar de ser meio estranho... tenso...
    Parabéns pela resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Como eu não leio nenhum livro do Stephen King - claro, que apenas digo isso depois que li um e quase morri sem dormir por dias - então sem sombra de duvidas do filho dele também não vou ler. Matheus, mas se esse é o primeiro livro dele então não vai ser perfeito, com o tempo ele vai ganhando a manha de como fazer um bom livro.

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails