6 de setembro de 2012

Sabor de Sangue e Chocolate

- Tu está sangrando - disse-lhe Brandão, com seu sotaque gaúcho. - Vou levar os dois ao hospital. No caminho, ligo para os teus pais.
O adolescente não disse nada.
Só sentia fome.
(página 14)

Após ser baleado salvando seu irmão de um assalto, Alex, 17 anos, começa a sentir uma fome estranha. Sua mãe o ignora e o culpa por tudo que acontece de errado em sua vida. Para ajudá-lo, Brandão, o motorista da família, resolve levar Alex com ele para Nova Guanaja, uma tranquila cidade no Rio Grande do Sul, onde sua neta Claudia está no hospital. Porém, logo coisas estranhas - mortes estranhas - começam a aparecer na cidade.

Eu ganhei este livro faz um bom tempo, em uma promoção do blog Book is Life. E ele sempre foi ficando para trás na minha pilha de livros não lidos. Eu sei que não se deve fazer isso, mas sim, eu julgo um livro pela capa e a capa deste é bem feinha, por isso não me sentia incentivada a começar. Até que estava olhando para ele na estante e resolvi pegá-lo para ler. Arrependi-me instantaneamente de ter demorado tanto tempo para começar esse livro, pois ele é muito bom!

Gramado/RS, perto da fictícia Nova Guanaja (fonte)

O começo já me prendeu. Afinal, por que Alex sente uma fome estranha por sangue? Por que sua mãe o odeia? O que estava acontecendo em Nova Guanaja? Eu ia fazendo uma pergunta atrás da outra durante a leitura. E depois de um tempo, foi tendo uma revelação atrás da outra, que só me fazia ler mais. Só parava de ler porque precisava acordar cedo no dia seguinte para trabalhar.

Uma das coisas que achei legal na narrativa foi o sotaque dos personagens. Alex é de Santos/SP e o jeito que ele "fala" é diferente dos personagens do RS. Nunca tinha percebido isso em um livro.

No final, eu adorei esse livro! E aprendi que realmente não se pode julgar um livro pela capa. Quem gosta de histórias sobrenaturais - com um sabor de sangue e chocolate - não pode perder!

Nota:

Onde comprar: Saraiva

21 comentários:

  1. nossa, fiquei com vontade de ler!
    nunca tinha ouvido falar neste livro, mas parece ser muito bom mesmo! *-*

    ResponderExcluir
  2. Bom, eu adoro os livros da Helena Gomes, já li alguns e gostei de todos, este ainda não li, mas tenho um folheto com o primeiro capítulo e já dei uma conferida, parece ser bom mesmo.

    Obs: Eu até que gosto desta capa, hehe.

    Vanessa - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei da capa desse livro. XD
    E gostei mais ainda da resenha... ah eu tb curto quando dá para sentir a diferença da fala dos personagens, eu me sinto assim lendo Os sete, do André Vianco... consigo imaginar a fala de Portugal dos vamps contrastando com a dos rapazes... é uma ideia genial!!!
    Curiosa aqui sobre os motivos para uma mão não querer o filho por perto e não gostar dele... acho isso tão absurdo... e o que houve para mudar o rapaz após salvar seu irmão.. eu nem estou lendo e já estou me questionando... Vou marcar no skoob.
    Amei a dica!!!

    ResponderExcluir
  4. Oiie,

    Sou mega fã de livros sobrenaturais, e você já me convenceu que o livro é bom. Não conhecia a estória, mas, fiquei mega curiosa.

    Beijos

    Amigas entre Livros

    ResponderExcluir
  5. Parece interessante, mas eu meio que estou saturado de livros com temáticas sobrenaturais, estou dando um tempo neles, mas é sempre bom ver um livro de autor nacional, cada vez mais eles merecem todo o apoio. E, claro, fiquei curioso quanto ao sotaque...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi sora, eu tb julgo um livro pela capa e as vezes agente se arrepende né.. ja aconteceu isso comigo tb..
    eu adoro esse titulo, gostei da sua resenha..

    bjs
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sora. Que legal, boa dica. Não conhecia esse livro. =D

    ResponderExcluir
  8. Hahah, sou igual a você, assim que vi a capa já torci o nariz. xD #shameonme

    Interessante isso do personagem falar diferente dos outros. Sem contar que falou em mistérios e revelações eu já fico logo interessada -adoro.

    Pena é a capa mesmo, mas quem sabe abandono esse preconceito e dou uma chance ;D

    Beijitos

    ResponderExcluir
  9. A capa realmente não atrai tanto, por isso é tão bom conferir resenhas, para não deixar de fora uma estória que tem tudo para nos deixar envolvidos =D

    Bjs

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir
  10. Oi Sora,

    já tinha ouvido falar desse livro e tenho vontade de lê-lo! E a história parece mesmo boa e eu até que gostei da capa! Também não me lembro de nenhum livro onde os personagens tem sotaques diferentes...

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Ai, para, eu quero ele agora. Me gusta muito *-*
    Parece intenso e a capa linda *u*

    *Vitamina De Pimenta.blogspot*

    ResponderExcluir
  12. Não é o meu tipo de leitura...

    ResponderExcluir
  13. Acho demais isso de transmitir algo da fala dos personagens na escrita. Nunca vi sotaques (alguns regionalismos, mas nunca sotaques) e só isso já me fez interessada pelo livro!

    ResponderExcluir
  14. Oi Sora!
    Não conhecia o livro, mas pelo que pude perceber ele é bem intenso. Fiquei com vontade de ler! rs

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Sora :)
    Uau, cinco estrelinhas. É, a capa é bem estranha mesmo, mas que bom que o livro é ótimo. Fiquei interessada agora, quero ler q UAHSUAHSUAHUSA Adorei a resenha.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  16. Oi, Sora!
    O livro parece bem legal, eu adoro literatura fantástica *-*

    O título me lembrou outro livro, Sangue e Chocolate, da Underworld haha

    Será que tem alguma temática parecida?

    Também nunca vi sotaques diferentes em um mesmo livro (a não ser caipira, mas não sei se conta :P)

    Beijooo!

    Ju
    julianagiacobelli.com

    ResponderExcluir
  17. Realmente a capa e bem estranha, mas o enredo até parece ser bem interessante.
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir
  18. Olá!!

    Os novos autores brasileiros sempre nos deixando encantas com suas obras. *o*
    Eu até que gostei da capa, mas creio que a estória não combina muito.

    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word In My Bag
    http://wordinmybag.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Sora, o livro parece ser bem diferente, e mesmo antes de ler já fiquei com várias dessas perguntas na cabeça.
    Acho legal quando um autor faz uso do sotaque, desde que não seja forçado. Mas a mistura de mais de um eu ainda não tinha visto.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Sabe que tb julgaria esse livro pela capa? Faço muito isso e esse tb não seria diferente. Ainda bem que li sua resenha e vi que julgar pela capa é feio. rs Que bacana q vc gostou tanto! Fiquei bem curiosa e acho que entra para a lista de desejados.
    Parabéns à autora pela história envolvente!
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Sora, eu sou totalmente igual a você: eu julgo um livro pela capa. Tipo, a capa é a primeira impressão que temos do livro, se ela não é bem trabalhada, quem me garante que o enredo também vai ser, afinal de contas, a capa é passada para analise do autor, se ele não se preocupou em dizer que a capa era feia então ão vai se preocupar em escrever qualquer coisa... É só lógica kkk

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails