31 de dezembro de 2012

10 melhores livros de 2012


Último dia do ano = momento de retrospectiva.
Esta lista de 10 livros podem não ser os melhores livros para outras pessoas, mas foram os 10 livros que mais gostei este ano. Aqueles que me deixaram grudadas até a última página, que me fizeram entrar no livro e sofrer com os personagens. Confiram os trechos das resenhas dos meus livros preferidos em 2012.

10. Sabor de Sangue e Chocolate - Helena Gomes


Eu ganhei este livro faz um bom tempo, em uma promoção do blog Book is Life. E ele sempre foi ficando para trás na minha pilha de livros não lidos. Eu sei que não se deve fazer isso, mas sim, eu julgo um livro pela capa e a capa deste é bem feinha, por isso não me sentia incentivada a começar. Até que estava olhando para ele na estante e resolvi pegá-lo para ler. Arrependi-me instantaneamente de ter demorado tanto tempo para começar esse livro, pois ele é muito bom!

(resenha)

9. A Mansão dos Segredos - Candace Camp


Adoro romances históricos, mas o tipo que a Candace Camp escreve é justamente o que mais gosto: a mocinha não é uma coitada, esperando seu salvador no cavalo branco, mas é determinada, dona de seu próprio nariz. Miranda trabalha com restauração e não vê graça em ficar recebendo visitas e fazendo festas o dia todo. Para ela, o casamento ia ser apenas uma oportunidade de negócios, pois ela queria adquirir a propriedade dos Aincourt.

(resenha)

8. Starters - Lissa Price


Acho difícil alguém não simpatizar com Callie. A menina faz de tudo pensando em seu irmão, Tyler. Seus desejos são ter uma casa para morarem, comida na mesa, cobertores para se aquecerem... Coisas básicas que muita gente, no nosso mundo real, também não têm. A Prime Destinations parecia ser o lugar que ia resolver todos os seus problemas, mas muitas coisas acontecem, fazendo com que a PD seja, na verdade, a origem de todos os problemas.

(resenha)

7. A Terra Tremeu? - Carmen Reid


Primeiro, eu preciso dizer que não esperava absolutamente nada deste livro. Vi o livro na FNAC, no meio de um monte de outros livros que estavam em liquidação. É difícil achar algo que me agrade nesse amontoado, mas fiquei fuçando lá. Então vi esse livro por R$10, me pareceu ser um chick-lit divertido, mas não estava esperando nada dele - afinal, se estava em liquidação, é porque estava encalhado na loja. Mas me surpreendi muito!

(resenha)


6. Silêncio na Floresta - Harlan Coben


Faz muito tempo que leio resenhas de livros do Harlan Coben nos outros blogs e sempre falando bem. E eu sempre comentava que era louca para ler um livro dele. Aí vi esse exemplar (do meu namorado) na estante e peguei para ler. Então percebi que tudo que comentavam sobre os livros dele era verdade.

(resenha)



5. Cruzando o Caminho do Sol - Corban Addison


É uma história bem diferente do que estou acostumada a ler, pois é bem real. Nada de vampiros, fantasmas ou lobisomens aqui. E isso me fez perceber porque eu gosto tanto de histórias sobrenaturais: a realidade é muito mais assustadora. A quantidade de pessoas cruéis que aparecem nesse livro supera qualquer qualquer coisa.

(resenha)



4. Errante - Juliana Giacobelli


Sabe aquele livro que te deixa sem fôlego, que você até esquece de respirar? Errante é assim o tempo todo. Não dava vontade de fazer mais nada além de ler o livro. Claro que o Gael tem um ponta de culpa nisso, afinal, meu anjo preferido aparece a história inteira! E quando você acha que está tudo terminado, as duas últimas páginas aparecem com uma revelação incrível, que só deixa mais vontade de ler o próximo livro.

(resenha)


3. O Prisioneiro do Céu - Carlos Ruiz Zafón


A melhor parte do livro é o relato de Fermín. Ele tem um humor ácido e sarcástico que me fez rir e anotar diversas frases. Ele é o tipo de personagem que eu gostaria que existisse na vida real e fosse meu amigo. Aliás, foi difícil fechar este livro ao terminá-lo, pois não queria deixar os personagens para trás.

(resenha)



2. Jogos Vorazes - Suzanne Collins


Algo que achei interessante em JV é que, por ser uma distopia, eu esperava algo do tipo: protagonista se rebela contra o governo e salva o mundo. Porém, isso não ocorre! Isso não é ruim, JV simplesmente entrega exatamente o que promete: um reality show violento.

(resenha)




1. Under the Dome - Stephen King


Ele até já foi acusado de "escrever demais", mas de uma coisa eu tenho certeza. Apesar do livro ser um "tijolo", eu não senti que a história ficou cansativa em nenhum momento. Não houve uma situação ou descrição que pensei: "ah, isso ele escreveu pra encher linguiça". Eu sentia uma necessidade muito grande de ler devagar, palavra por palavra, para conseguir absorver tudo.

(resenha)
Related Posts with Thumbnails