30 de junho de 2012

Top comentaristas - Junho/2012


Os top comentaristas do mês de Junho são:

  1. Suzy Xavier
  2. Rayme
  3. Angela Graziela
  4. carol migota
  5. Danielle CGA Souza
  6. Thati Bento
  7. marla
  8. Lucas
  9. Julia G
  10. Folheando Pensamentos

E quem vai levar um brinde surpresa para casa é...


Parabéns, Folheando Pensamentos! :D

E se você não ganhou, continue comentando. Até o próximo sorteio, no dia 31/Julho.

29 de junho de 2012

Lendo Stephen King #2: Fantasia


Acharam que eu tinha esquecido dessa coluna, né? :)
Na verdade, existem muitas coisas que queria postar no blog, só me falta tempo para escrever tudo.
Se você perdeu o primeiro post, em que falei sobre o livro Zona Mortaleia aqui.

O tema de hoje é um gênero literário que muitos apreciam - e poucos sabem que o King já contribuiu com o ele: FANTASIA! Quem gosta de histórias de magos e reis não pode deixar de ler o livro...

Os Olhos do Dragão

O mago da corte de Delain, Flagg, decide que agora, depois de quatrocentos anos de espera é a sua vez de governar.


Para isso cria um plano para matar o velho rei e incriminar seu filho mais velho, Pedro, deixando o trono para o mais novo, Tomás, que podia ser facilmente controlado pelo mago.


O príncipe Pedro é incriminado e condenado a passar o resto dos dias no Obelisco, onde a única coisa que ele pode fazer é planejar sua fuga e um jeito de punir o verdadeiro culpado pela morte de seu pai.
(sinopse do Skoob)

O livro foi publicado, originalmente, em 1984, e mais recentemente no Brasil pela Editora Objetiva. É uma ótima opção para ler um livro do King, para quem gosta de fantasia e não curte terror.

Quem já leu A Torre Negra vai gostar bastante deste livro: há uma grande conexão com a saga, através do vilão Randall Flagg.

O canal SyFy está desenvolvendo uma adaptação para a TV (lembrando que eles já adaptaram outro livro do King, que vou falar em outra coluna). Enquanto ela não sai, dá tempo de pegar o livro para ler. A versão pocket está à venda no Submarino por R$19,90.

28 de junho de 2012

O Encontro

Meu nome é Allan Christoffersen. Você não me conhece. "Apenas mais um livro na biblioteca", meu pai diria. "Não aberto e não lido." Você não faz ideia da distância que percorri e tudo o que perdi. Mais importante, você não faz ideia do que encontrei.
(página 9)

Após uma série de tragédias, Allan vê sua vida, antes perfeita, cair aos pedaços. Sem ter mais nada com que se importar, Allan decide fazer uma caminhada: de Seattle até a Flórida, cruzando os Estados Unidos em mais de 50 mil quilômetros.

Acabei pegando este livro para ler sem saber do que se tratava, sem expectativa alguma... E ele me surpreendeu bastante.

Em primeiro lugar, a narrativa é bem dinâmica. O livro não é muito longo; apesar de ter 231 páginas, a fonte é grande e cada capítulo começa no meio da página. Dá para ler em um final de semana, ainda mais porque quando comecei não queria mais parar.

A história de Allan é tocante. Imagine perder tudo: emprego, esposa, casa, carro... tudo mesmo. E simplesmente sair andando por aí. É algo que eu mesma já quis fazer várias vezes - ir andando, meio sem destino, tendo que lidar apenas com o que encontrasse pelo caminho.

Durante sua longa (e põe longa nisso!) caminhada, Allan também encontra outros personagens, cujas histórias de vida nos fazem refletir. E talvez, nestas outras pessoas, ele encontre aquilo que procura...

A única coisa que não gostei no livro foi esse título "O Encontro", acho que o título em inglês ("The Walk", traduzindo: "A Caminhada") faz muito mais sentido.

Este é o primeiro livro da trilogia Caminhos. Os outros títulos são inéditos no Brasil.
  1. The Walk (O Encontro)
  2. Miles to Go
  3. The Road to Grace

Eu gostei bastante do livro e recomendo a todos! Acho que todos irão gostar da história de Allan e talvez até aprendam algo com ela. Espero que a Lua de Papel não demore para publicar o próximo livro, pois este acaba de uma forma que me deixou querendo mais.

Outras capas:


Nota:

Onde comprar: Submarino (em promoção)

Site do autor: www.richardpaulevans.com

27 de junho de 2012

Resenha do leitor: A Mulher de Preto

A resenha de hoje é assinada pela Sheila, que também é resenhista do blog Dear Book e mantém o blog Psicologia (s): teoria e prática. Vamos conferir?

Buscando na vasta biblioteca mental de palavras adjetivas, acredito que apenas uma é capaz de descrever perfeitamente este livro: intenso. Comecei a lê-lo às 10 da manhã de uma terça-feira cinzenta e terminei às 13:50 do mesmo dia, indo direto para a frente do computador resenhá-lo. Ainda me encontro sob o profundo efeito que a leitura me causou - e que momento melhor que este para tentar traduzir em palavras as sensações despertadas pela leitura de tal obra?

Pois bem, vamos a um pequeno resumo do que trata a estória. O livro nada mais é do que o relato escrito de Arthur Kipps, um advogado aposentado que se vê atormentado, às vésperas dos festejos natalinos, pela rememoração involuntária de fatos angustiantes que o perseguem, por mais que passem-se os anos. Os netos, ao redor da lareira, brincam à meia luz, contam estórias de fantasmas. Como explicar-lhes o indescritível pavor que lhe assoma essa brincadeira, aparentemente inocente?

Atemorizado, mas resoluto em exorcizar estes velhos fantasmas de uma vez por todas, Arthur resolve escrever sobre o que lhe acontecera à tempos idos, quando ainda era um jovem aspirante na carreira e foi mandado por seu chefe à Casa do Brejo da Enguia, para comparecer ao enterro e tratar de alguns documentos da Sra Drablow, uma antiga e importante cliente.

Já no enterro desta senhora, percebe o ar lúgubre que rodeia tanto o acontecimento em si – a morte, apesar de nunca ser bela, as vezes recobre-se de mantos sinistros quando não há quem pranteie quem se vai – quanto o lugarejo onde os trabalhos fúnebres se passam. Mais perturbador ainda, é a presença de uma estranha mulher de preto, que apenas ele parece poder ver.

- Diga-me, aquela outra mulher ... – eu disse ao alcançá-lo – Espero que consiga chegar bem e casa ... ela parecia incrivelmente doente. Quem era ela?
Ele franziu a testa (...)
- Eu não vi nenhuma jovem.
- Mas, certamente ... – E olhei para trás, para o cemitério da igreja, e lá estava ela novamente. Consegui ver de relance seu vestido preto e o contorno de sua touca.


Mas ninguém mais daquele lugar vê – ou admite ver – o mesmo que Arthur, que começa a perceber que há algo relacionado à Sra Drablow e o lugar onde residia, pois as posturas sempre se tornavam rígidas e as conversas eram abruptamente interrompidas quando o motivo de sua estada na região era evocado.

Arthur parte então para a Casa da Enguia onde se depara com névoas densas que o fazem perder-se, gritos de pessoas se afogando nos brejos traiçoeiros da estrada que leva à antiga morada da Sra Drablow, além de um melhor vislumbre da que passa a ser nomeada A mulher de Preto, visão aterradora que o faz acreditar que há mais que rumores de camponeses sem instrução rondando a velha casa.

Mas quando me virei, meu olhar percorreu mais uma vez o cemitério e então vi novamente a mulher com o rosto abatido que havia comparecido ao funeral da Sra Drablow (...) Mais cedo, quando olhei para ela, embora não tenha passado de uma rápida olhadela por vez, não havia notado nenhuma expressão específica em seu rosto arruinado, mas ficara extremamente impressionado com a aparência de sua grave doença. Nesse momento, vi que em seu rosto havia uma expressão. E era uma que só posso descrever – e as palavras parecem irremediavelmente inadequadas para exprimir o que vi – como uma maldade desesperada e nostálgica.

Apesar de a escrita ser bem estruturada e fluir com facilidade, para quem não gosta de textos muito descritivos o livro pode se tornar um pouco cansativo em alguns pontos. O princípio – até mais ou menos a página 80 – é francamente desanimador. Mas do meio para o fim, o relato vai ganhando uma cadência acentuada, a ponto de criar uma crescente expectativa pelo que estará por vir. Chega um momento em que parece-se embarcar junto com Arthur nesta luta contra os clamores da racionalidade, e ir em busca de respostas a este grande mistério. Afinal, qual a verdadeira história por trás dos gritos? Pelo que anseia tão desesperadamente a Mulher de Preto?

Recentemente adaptado para o cinema, o filme baseado no livro conta com a atuação de Daniel Radcliffe - que para quem não sabe é o ator que interpretou o famoso Harry Potter de J. K. Howlling - e vem recebendo uma boa atenção da mídia, mas ainda não o vi para conferir e comparar com a obra escrita.

A contracapa anuncia “um livro para quem gosta de sentir frio na espinha”. Não senti, nem o achei assustador. Mas, com toda certeza, trata-se de uma estória surpreendente, com um final perturbador. Correndo o risco de ser melodramática direi: aos que tiverem coragem, aventurem-se a lê-lo, pois certamente não se arrependerão.

Disponivel em: http://www.dear-book.net/2012/04/resenha-mulher-de-preto-susan-hill.html

Nota:

Sobre a resenhista - Sheila Schildt:

Sheila Schildt tem 24 anos, é de Porto Alegre-RS, atualmente mora em Viamão e é graduada em Psicologia, atuando na área clínica. Adora Cinema, Escrever, Ler, Séries, Música, Stephen King (principalmente a série "A Torre Negra"), Agatha Christie, O Senhor dos Anéis, The Big Bang Theory.
Resenhista para o blog Dear Book http://www.dear-book.net
E blogueira iniciante http://www.psicologias2011.blogspot.com/

26 de junho de 2012

Travessia

Continuação de Destino. Leia a resenha dele aqui.
Atenção! Esta resenha pode conter spoilers do livro anterior da série!

A terra faz parte de mim. A água quente da pia escorre pelas minhas mãos e elas ficam vermelhas, o que me faz pensar em Ky. Minhas mãos agora estão um pouco parecidas com as dele.
É claro que quase tudo me faz pensar em Ky.
(página 16)

Cassia parte para as Províncias Exteriores atrás de seu querido Ky, indo contra os desejos da Sociedade. Mas será que ela irá encontrá-lo? E Xander, como fica nessa história?

Eu comecei a ler Travessia esperando que houvesse um pequeno resumo de Destino nos primeiros capítulos. Eu li o primeiro livro em Março/2011, então não lembrava mais como ele terminou. Porém, não há um resumo aqui, então tive que pegar meu Destino e reler os capítulos finais. Só então, consegui começar a ler este livro.

Assim que comecei a leitura, já encontrei alguns problemas. Os capítulos tem narradores alternados: um capítulo é narrado por Ky, outro por Cassia, depois Ky de novo e assim por diante. Isso foi o que menos gostei no livro. A autora não conseguiu construir dois narradores diferentes, parecia que era sempre a mesma pessoa contando a história. Várias vezes eu esquecia de ler o nome no início do capítulo e acabava me confundindo. Mudar o narrador é algo complicado, é preciso diferenciar bem um do outro (afinal, ninguém pensa igual), mas Ally Condie não conseguiu fazê-lo.

Mapa incluso no livro

A história, também, me pareceu furada em alguns momentos. Um exemplo: Cassia e outros personagens entram numa caverna, que supostamente guarda algo super importante para a Sociedade. Me pergunto como que a Sociedade - que domina a tudo e a todos - guarda algo tão importante numa caverna que não é guardada por ninguém e na qual qualquer um consegue entrar.

No final, acabei gostando mais dos personagens secundários, que apareceram neste livro, do que de Cassia e Ky. Indie, Eli e Vick foram, para mim, os personagens mais marcantes.

Enfim, eu amei Destino. Mas Travessia me decepcionou. A história é boa, mas não gostei do modo como ela foi contada. Só resta esperar que o terceiro (e último?) livro da trilogia seja melhor e consiga recuperar o fôlego do primeiro livro.

A capa original é igual à nossa, então termino com a capa americana do próximo livro, Reached:


Nota:

Onde comprar: Submarino (em promoção)

25 de junho de 2012

Divulgações Literárias #9


Começando a semana com novidades das editoras parceiras \o/

(já tá virando tradição de segunda-feira...)













* Eventos da Novo Século: Essa semana, tem um em São Paulo e outro na Bahia.

Lançamento e Noite de autógrafos do livro Sorrir faz bem do autor Dr. Aônio

25/06 (hoje) - 19:30

Livraria: FNAC Paulista - São Paulo - SP

Lançamento e Noite de autógrafos do livro O Trio com a autora Alane Brito


29/06 (sexta) - 18:00

Livraria: Atlântica - Feira de Santana - BA



* The Soul Seekers: Para quem está ansioso pela nova série da Alyson Noel, foram divulgados os mundos na página do Facebook e também informações sobre o 2º volume - Echo.



* Novidades da Draco: O livro Andarilho das Sombras de Eduardo Kasse está em pré-venda, com desconto e frete grátis. Acesse aqui


Também foram anunciados essa semana os selecionados para a coletânea Solarpunk.






* Clube da Insônia: É o lançamento de julho da Belas-Letras, o primeiro livro de Tico Santa Cruz, da banda Detonautas. 


Mais informações aqui.





* Lançamentos da Arqueiro: 3 lançamentos legais, incluindo mais um livro da série Myron Bolitar - agora, estrelando o sobrinho dele, Mickey. Leia as sinopses no site: www.editoraarqueiro.com.br

24 de junho de 2012

Essa Semana #26 - 2012

Bom dia :)

Espero que esteja tudo bem com vocês! Friozinho por aqui; essa semana começou oficialmente o inverno.

Se estiver curioso, tem resultado de promo no final do post!
Vamos ver como foi essa semana?




* Estou lendo: Livro da parceira Novo Conceito.


* Li essa semana: Livro da querida Ju Giacobelli (adorei!).


* Resenhei: Dois romances!



* Recebi: Da parceira Editora iD, o 3º volume da série Blue Bloods.


* Comprei: Vi essa promoção da Harlequin na banca e não resisti - 2 livros por R$11,90.


* Blog parceiro: É um blog cheio de livros, música, novidades e resenhas. Acessem! ^-^

Create your own banner at mybannermaker.com!

* Resultado #1: Quem ganhou a Promoção Entre Amigas e vai levar um monte de prêmios para casa é...

* Resultado #2: E os dois ganhadores do Caça-Palavras Novo Conceito são... Bom, primeiro, vejam a solução abaixo :)



Obrigada a todos que participaram. Entrarei em contato com os ganhadores por e-mail.

* Novo sorteio: Já termina esta semana, participem \o/ Farei o sorteio e anunciarei o ganhador no sábado pelo Twitter, e domingo aqui no blog.


22 de junho de 2012

Sorteio: Estilhaça-me


Preparados para mais um sorteio? :D

Um ganhador irá levar para casa o kit Estilhaça-me, contendo: livro, bolsa plástica e marcador.


Desta vez o sorteio será pelo Twitter. As regras são:
Meu toque é poder! Vou ganhar o kit @novo_conceito #EstilhacaMe no blog @jardimdelivros http://kingo.to/17vk

O sorteio será feito pelo sorteie.me. Tuitem no máximo uma vez por dia, pois ele remove da lista de participantes aqueles que fazem spam.

O sorteio será feito no dia 30/06/2012 e o resultado sai no dia seguinte. Boa sorte!

21 de junho de 2012

Almas Gêmeas

3º volume da série Beijada por um anjo.
Atenção! Esta resenha contém spoilers dos livros anteriores da série!

Leia as resenhas anteriores:

1. Beijada por um anjo
2. A força do amor


As pessoas apontariam o dedo para qualquer uma por quem Tristan Carruthers tivesse se apaixonado. (...) E era isso que todos comentavam a respeito de Ivy: que, por causa do coração partido, havia tomado umas pílulas, tentando, em seguida, se jogar na frente de um trem.
(página 11)

Enquanto sua família e seus amigos ficam de olho em Ivy, pensando que ela tentará se suicidar mais uma vez, ela volta a acreditar em anjos... Com a ajuda de Tristan, aos poucos ela começa a desvendar o grande mistério: quem alterou o carro dele naquela noite? Quem está tentando matá-la agora e por quê?

Eu gostei mais desse livro do que do anterior. Alguns problemas continuaram, como a narrativa confusa. Outro ponto negativo são os detalhes que aparecem do nada e não tem qualquer serventia na história - por exemplo, as vozes de demônios que Ivy escuta (para que isso?!). A Lacey também ficou bem perdida no final da história; são dados alguns detalhes do seu passado, mas que depois não são desenvolvidos.

Porém, a história fluiu melhor. O final fechou a trilogia e não faço ideia sobre o que será o quarto e quinto livro pois, para mim, a história terminou aqui.

Volume único da trilogia (em inglês)

Esta é uma série mediana mas, como eu já tenho os próximos livros, devo continuar lendo. Recomendo para quem já leu os outros dois livros e quer saber quem é o culpado por tudo isso.

Outras capas:

Nota:

Onde comprar: Submarino

20 de junho de 2012

Resenha do leitor: A Maldição do Tigre

Mais uma participação da Aline, do blog Paixão por Livros! Vamos conferir a resenha?

Trechos
Quando a jaula do tigre passou diante de mim, tive uma vontade súbita de acariciar-lhe a cabeça e confortá-lo. Eu não sabia se tigres eram capazes de demonstrar emoções, mas tive a impressão de poder perceber seu estado de espírito. Parecia melancólico.
Kelsey Hayes

Acho que devo estar bem, se posso admirar a visão, pensei. Nossa, eu precisaria estar morta para não admirá-la.
Kelsey Hayes




Resenha:
Kelsey Hayes perdeu seus pais, e mora com seus pais adotivos, procurava um emprego, e foi encaminhada para um circo da cidade para um emprego de apenas algumas semanas, Kells se encantou pelo um tigre branco, com olhos azuis, ela admirava. Inacreditavelmente Kells confiava em Ren o tigre (como nenhuma pessoa deveria confiar em um tigre), toda noite ela contava histórias e poemas para Ren, antes de seu emprego temporário acabar Ren foi "vendido" e deve voltar para uma reserva na Índia.
Kells é a pessoa mais indicada para acompanhar em toda essa viagem, mesmo com tudo programado pelo Sr.Kadam "o comprador" algo deu errado e Kells e Ren acaba na selva na Índia. Somente nesse momento Ren aparece como um homem lindo para Kells, e conta sua história, ele e seu irmão príncipes indianos sofreram uma maldição a muitos anos atrás, assim podendo ficar na forma humana apenas 24 minutos por dia, e o principal Kells e a única que poderá ajudar a quebrar a maldição. Porém para quebrar a maldição e desvendar a profecia eles deverão arriscar suas vidas, enfretando criaturas, e forças sombrias.
Será que esse amor que Kells tem pelo seu tigre/homem será suficiente para enfrentar todas essas forças sombrias?

Eu gostei muito do livro, bem escrita, uma ótima narrativa, a história e super criativa e a autora conseguiu desenvolver isso muito bem, eu amei o livro, amei a capa e estou super ansiosa para ler O resgate do tigre que é o segundo livro da série e foi lançado em maio/2012 pela editora Arqueiro também. Segue abaixo a capa do livro O resgate do tigre.



Nota:

Sobre a resenhista - Aline Dias:
23 anos, casada, estudante de administração, e literalmente apaixonada por livros.
Blog: www.paixaoplivros.blogspot.com.br
Face: http://www.facebook.com/pages/Paix%C3%A3o-por-Livros/264917060238455
Twitter: @alinedias1989

19 de junho de 2012

A Casa das Orquídeas

"Tenho o mesmo sonho todas as noites. É como se minha vida fosse lançada para o alto e todos os pedaços caíssem pelo chão de frente para trás, pelo avesso. Fazem parte da minha vida e, ainda sim, estão na ordem errada, são uma visão fragmentada."
(página 15)

Tentando se recuperar de uma tragédia em sua família, a pianista Júlia volta para sua casa, na Inglaterra, e descobre que a propriedade de Wharton Park, onde passou uma infância feliz, está à venda. Lá, ela descobre um diário antigo. Pensando ser de seu avô, o leva para sua avó, que começa a lhe contar o passado de sua família - mais especificamente durante a Segunda Guerra Mundial.


Eu adorei esse livro! O livro é dividido entre presente e passado. No presente, acompanhamos a história da Júlia. No passado, vamos sabendo mais sobre sua avó, além de Olívia e Harry Crawford, os donos de Wharton Park. E a mistura de passado e presente ficou perfeita.

Adorei passar essas 560 páginas com Júlia, Kit, Olivia, Harry, Elsie... Os mistérios vão sendo revelados aos poucos, o que me fazia querer ler cada vez mais. Não vou contar nada; a única coisa que posso falar é que tem uma parte da história passada na Tailândia, que foi a minha preferida.

Bangkok, Tailândia (fonte

O livro só não teve cinco estrelas porque, para mim, tem algo extremamente improvável na história. Infelizmente não posso contar na resenha, pois é algo que só é revelado no final. Mas é uma coisa que simplesmente não entra na minha cabeça.

Tirando esse detalhe, eu gostei bastante do livro! Recomendo para quem gosta de histórias de famílias, que misturam passado e presente.

Outras capas - o livro foi publicado originalmente como Hothouse Flower (flor de estufa), mas depois teve seu título alterado para The Orchid House.


Nota:

Onde comprar: Submarino

18 de junho de 2012

Divulgações Literárias #8



Vamos conhecer as últimas novidades dos nossos parceiros?

* Eventos da Novo Século: Um em São Paulo e outro em Fortaleza.


 Lançamento e Noite de autógrafos do livro Entre dois Mundos com a autora Ligia Gama Miraglia

Quinta-feira, 21/06 - 19:30

Saraiva Morumbi Shopping - São Paulo - SP








Lançamento e Noite de autógrafos do livro Mira-Olho com a autora Itaciara Poli

Sexta-feira, 22/06 - 19:30

Cultura Varanda Mall - Fortaleza - CE






* Mais Fated: Cada semana é uma coisa nova sobre o novo livro da Alyson Noel. Agora foi publicada a lista de personagens no Facebook.

* Lançamentos da Galera Record: Tem bastante coisa legal, inclusive a continuação de Insaciável que eu aguardava muito! Para saber mais visite o site: galerarecord.com.br




* Nas entrelinhas do horizonte: O novo livro de Humberto Gessinger - músico, escritor, autor de Mapas do Acaso - é também o primeiro livro da Belas-Letras no ranking dos mais vendidos no Brasil. E ele está fazendo um tour pelo Brasil! Confira a lista de cidades aqui.








* Novo livro de Jim Anotsu: Saiu a capa do novo livro do autor de Annabel & Sarah, que também será publicado pela Editora Draco.



* Mais da Draco: Saiu os selecionados para a coletânea Brasil Fantástico. Vem mais livro nacional de fantasia por aí! Veja o post no Draco Blog.
Related Posts with Thumbnails