15 de janeiro de 2013

Cuco

Quando Rose soube que Christos havia sido morto, não pensou duas vezes: Polly e os meninos deveriam vir e ficar. Agora ela e Gareth tinham espaço, e Polly era sua melhor amiga desde a escola primária. Não havia dúvidas: eles deviam vir, ficar e deixar que Rose cuidasse deles.
(página 11)

Quando o marido de sua melhor amiga, Polly, morre repentinamente, Rose convida ela e seus meninos para ficarem em sua casa, até encontrarem outro lugar para morar. Porém, com sua chegada, a família de Rose começa a desabar...

Aproveitei o feriado do final do ano para ler este livro, já que ele é meio grandinho (461 páginas). Mas acabei lendo-o em apenas dois dias! Sabe aquele livro tenso, que você não consegue largar e não consegue parar de roer as unhas enquanto lê? Cuco é desses.

Eu comecei a ler tentando simpatizar com a Rose. Mas não consegui: ela é burra demais! Polly pinta e borda, dorme com o marido dela debaixo do nariz dela, quase mata a bebê dela... E ela não faz nada. Foi quando eu desisti de tentar simpatizar com qualquer personagem que realmente gostei do livro. Porque este livro não é daqueles em que você fica do lado de um dos personagens, torcendo. Muito pelo contrário: todos são odiáveis. Por isso, eu só queria ver o circo pegar fogo.

As únicas que realmente gostei foram as meninas de Rose, Flossie e Anna. Deu dó por elas estarem envolvidas nesta situação. Se pudesse, pegava as duas para mim, porque elas não mereciam passar por tudo aquilo. Sim, Polly também tem dois filhos (meninos), mas não consegui gostar deles, ainda mais depois de algumas maldades que fizeram para Anna.

Para entender o título deste livro, é necessário saber o básico sobre o pássaro chamado Cuco:


A mãe cuco deposita o seu ovo num ninho de outra espécie, que o tratará como qualquer outro dos seus ovos. A mãe de "acolhimento" não dá pela diferença. Como o cuco tem pouco tempo de gestação nasce antes dos outros ovos e, para ganhar espaço, expulsa-os do ninho. Os pais continuam a alimentar o cuco sem darem pela diferença. Quando o cuco atinge a maturidade, é já bastante maior que os seus pais adoptivos e sai do aconchego do ninho.

Mas a dúvida que fica no final da história é: quem realmente é o Cuco? Se você gosta de livros de suspense, leia e descubra.

Outras capas:

Nota:

Onde comprar: Submarino
Related Posts with Thumbnails