31 de janeiro de 2013

Prisioneira da Paixão

Porco machista. Com seu rímel a prova d'água manchado no rosto, Bella esfregou a face e se conteve para não dar uma resposta à altura. Afinal de contas, ele iria agir de forma civilizada. Se ele tivesse destruído o carro esportivo dela, Bella provavelmente iria querer tirar-lhe o sangue também.
(página 11)

Após sair de sua festa de aniversário, Bella bate o carro contra o carro esportivo e luxuoso de Rico da Silva, um executivo internacional. No dia seguinte, quando ela vai tentar argumentar com ele que não tem dinheiro para pagar o conserto, ambos são sequestrados no estacionamento da empresa. Durante o confinamento, os dois discutem bastante, mas também surge uma grande paixão.

Sabe aquele casal que fica o livro inteiro discutindo? Assim são Bella e Rico. Um não concorda com o outro, cresceram em mundos e tem vidas completamente diferentes. Mas é o tipo de casal que torço para ficarem juntos no final.

Eu gostei bastante do romance e dos dois cabeças-duras. A única coisa que não gostei é que não há explicação alguma para o sequestro... Eu gosto de livros de suspense e fiquei decepcionada com isso.

O romance é bem gostoso de ler e descontraído. Ele faz parte da coleção Tesouros Harlequin, que republica romances dos anos 1990. Dêem uma olhada nas capas abaixo para ver as capas antigas do Brasil. Gostei bem mais da nova capa!

Outras capas:

Nota:

Onde comprar: Harlequin Books
Related Posts with Thumbnails