4 de junho de 2013

Relações de Sangue

Eu levava uma vida bem normalzinha até que conheci meu primeiro vampiro. Na verdade, uma vampira. Uma coisinha delicada, tipo mignon, que logo de cara quebrou o pescoço de dois sujeitos, secou um terceiro e ainda por cima me passou uma cantada.

Clara tinha uma vida relativamente normal - se considerarmos normal ser a melhor amiga de uma vampira, Lucila. As coisas mudam quando Lucila leva a ela outro vampiro, Daniel, um belo e sensual vampiro de programa. Alguém está assassinando suas clientes e ele precisa da ajuda de Clara para resolver o mistério. Mas será que Clara resistirá ao vampirão? E se o assassino a encontrar primeiro?

Vampiros podem estar onde você menos imagina.

E podem estar, inclusive, em São Paulo! Pois é lá que se passa a história de Relações de Sangue. Eu posso dizer que um ponto super positivo deste livro é que deve ter sido o primeiro livro nacional de fantasia que li que é... bem, 100% nacional. Digo, a história se passa no Brasil, os personagens são brasileiros e "falam" como brasileiros. Expressões como "ficar emputecida", que são coisas muito nossas, aparecem no livro. Outro ponto positivo é que a escrita é impecável, sem erros ortográficos.

Aliás, a narrativa é deliciosa - por causa disso e pela narradora protagonista, Clara, que é bem divertida. A história é bem diferente do que pensei que era. Achei que era um romance erótico, por causa do título, mas é parte romance, parte suspense e parte comédia. Não há nenhuma cena "para maiores".

Passei o livro todo pensando que podia ter um "prequel" que contasse como Clara e Lucila se conheceram. Tive uma ótima surpresa no final, pois há (na segunda edição do livro) o conto Más Companhias, que explica justamente isso!

A única coisa que eu melhoraria no livro, é fazer uma revisão de certos termos, ou colocar uma data na história, pois há algumas coisas obsoletas que ficam estranhas se pensarmos que a história passa em 2010 (pelo menos eu acho que é 2010, pois é a data de publicação do livro). Um exemplo: Daniel usa uma agenda eletrônica - em 2010. A última vez que vi um dispositivo desse foi nos anos 1990. Quem nasceu depois nem sabe o que é isso. Poderiam trocar, numa próxima edição, para smartphone, ou dizer em que ano se passa a história.

O livro já tem uma continuação, chamada Amores Perigosos, com mais Clara e Lucila. Eu adorei Relações de Sangue e recomendo a todos que gostam de histórias de vampiros!

Capa da primeira edição:

Nota:

Onde comprar: Submarino | Saraiva

Blog da autora: vampirapaulistana.blogspot.com.br
Related Posts with Thumbnails