21 de novembro de 2013

O amor mora ao lado

- Cléo! - A gata estava em meio ao fogo da paixão com um gato que nunca havia visto antes.
Colocando as mãos sobre a boca, Lacey soltou o corpo apoiando-se na parede. Não precisava mais da irlandesa. Cléo já havia encontrado seu par.

Lacey se divorciou há um ano e vive em São Francisco com sua gata Cléo. Ela não saiu com mais ninguém desde então - seu divórcio foi o suficiente para que não confiasse mais nos homens. Até que acaba ficando amiga de seu vizinho, Jack, depois que o gato dele, Cão, invade seu apartamento atrás de sua gata.

Não tenho muito a falar deste livro. Ele é bem curto e possui uma história bobinha, que diverte mas dificilmente irá mudar a vida de alguém. Eu peguei para ler por ter gatos na história, mas algo que eu definitivamente não gostei foi o fato de Lacey ter comprado sua gata em um pet shop, já pensando em reproduzi-la. Há MILHARES de gatinhos abandonados esperando um lar e sou contra a venda e reprodução caseira por causa disso. A autora tinha a chance de abordar esse assunto de modo sério e não o fez.

Deixando a história de lado, a edição da Novo Conceito ficou bem legal. Tem gatinhos no início de cada capítulo, páginas amarelas e letras grandes. No final do livro, há receitas de petiscos para gatos!

Lacey nunca havia tido um gato, mas, depois de um divórcio devastador, 
sentiu que precisava de alguém. Ou de alguma coisa. Que veio a ser Cléo.

Outras capas:

Nota:

Onde comprar: Submarino

Livro cedido para resenha pela editora Novo Conceito.

17 comentários:

  1. a capa brasileira é bem mais bonita! hahaha
    é, ainda não li o livro, mas acho que a autora poderia ter abordado, como você disse, a questão dos gatos abandonados e tal... aqui na minha cidade mesmo, o numero de gatos soltos na rua é beeeem maior que de cachorros, e aqui não se encontra pet shops que venda gatos, apenas cachorros mesmo :P

    ResponderExcluir
  2. Oie :)

    Eu não quero ler esse livro pois todos falam que a autora poderia ter abusado mais da estória e etc,. Enfim.. sei que irei em decepcionar. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Sora, sabe que eu gostei do livro e nem tinha pensado sobre isso da adoção. É realmente algo a se pensar, ainda mais para quem gosta dos animaizinhos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Apesar da autora não ter desenvolvido melhor alguns do temas, do enredo, ainda acredito que farei uma leitura agradável desse livro, já que ele parece ser um ótimo passatempo.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu leria só por causa que tem gatos na historia, não gosto de livros curtos, já vi fotos do livro e achei a edição super fofa com os gatinhos !

    http://meulivromeutudo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu estou querendo muito ler esse livro, parece tão lindinho! dessa nova leva de livros da Debbie ainda não li nenhum, só digo que acho muito curtinho, é pra ler em um vapt e vupt
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Esse livro parece ser muito linndo!
    Bjs todo sucesso do munnndo,
    Segue meu blog ??
    Link: http://maniaroxa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Quando esse livro estava disponível para solicitar ele não chamou minha atenção..ainda bem né?Rsrs
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  9. Que pena que a história não foi tão envolvente assim para você, mas parece um livro bem leve e agradável de ler!

    Bjs, isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Sora esse livro parece ser o tipo de leitura dispensável. Estou em busca de livros que tragam alguma marca e deixem boas lembranças. Talvez se não fosse tão pequeno e autora tivesse desenvolvido um pouco mais, teria agradado mais os leitores.

    Beijos
    Caline
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Sora,na expectativa para ler O amor Mora ao Lado,porque gosto dos livros da Debbie, principalmente depois de ler Um Bom tricô.
    Parece ser emocionante acompanhar Lacey e Jack se apaixonando,gostei mais da capa da versão brasileira!

    ResponderExcluir
  12. Adorei vc ter comentado sobre a ideia de Lacey em reproduzir a gata. Quando li, foi algo que me incomodou, mas quando fiz a resenha já não lembrava mais disso. Tb acho feio, na situação em que vivemos com tantos animais abandonados, a autora incentivar a reprodução irresponsável. Uma pena.

    Eu achei o livro muito "sessão da tarde". É legal, mas como vc disse, não é nada que mude a vida de alguém. É pra ler despretensiosamente e sem esperar nada original.

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Sora!
    Seja bem-vinda!
    Espero que tenha aproveitado mtooooooooo suas férias, agitado e descansado na medida exata ;)

    Esse livro é fofooo, especialmente pela diagramação que está linda e pelos gatinhos, confesso que li mesmo por causa da Cléo e do Cão (adooooooooorei esse nome para um gatinho) nem tanto pela Lacey e pelo Jack.
    Uma narrativa descompromissada, dá para ler numa tarde.

    Lendo sua resenha fiquei pensando no assunto da reprodução e do fato da Lacey ter comprado a Cléo em um pet shop e concordo com vc que a autora teve uma exceletente oportunidade (que não aproveitou) de abordar o tema dos gatinhos abandonados e da adoção.
    Parabéns Sora pela resenha!
    Bjss

    ResponderExcluir
  14. Já li e curtir, Sora!
    Bj!
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Então o livro é fraquinho, hein??
    Tb acho que a autora deveria ter abordado a questão da adoção.
    Minha vó tem 7 gatos, todos abandonados na porta dela, e ela cuida super bem.

    http://lendoebebendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Verdade né tantos gatinhos sem lar por ai, eu gostaria de ler esse livro, ele me parece ser um bom passa tempo, tenho certeza de que me divertiria muito bom ele, coisa de fim de semana né.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  17. Ainda estou tentando entender porque algumas pessoas não gostaram desse livro. Ele não é um dos dez melhores, mas assim como “A Redenção de Marcos” ao qual terminei semana passada, ele também serve como um livro de “limpar” a mente para novas experiências, além de ser extremamente fofo.
    Eu nunca gostei muito de gatos, sempre os achei uns animais interesseiros só vêm para perto quando temos comida, mas neste livro eu tive uma visão totalmente diferente desses animazinhos, Cléo me fez ver que os gatos podem ser adoráveis e amorosos, assim como podem ajudar as pessoas a passarem por seus momentos mais difíceis, eles podem ser tão companheiros quanto os cachorros só precisam ter o carinho e a atenção certa. Acho que vou trocar meus cinco cachorros por um gatinho... Só que não! Eu amo aqueles encrenqueiros, não os trocaria por nada nesse mundo.

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails