29 de maio de 2014

A Caminho do Verão

As viagens certamente fornecem algum tipo de oportunidade, além de uma mudança de cenário. Talvez eu não pudesse voar para a Grécia ou a Índia. Mas eu ainda podia ir a algum lugar.

Auden sempre viveu sob as expectativas de seus pais:uma garota estudiosa de 17 anos, prestes a ingressar em uma das faculdades mais concorridas do país. Porém, antes desse dia chegar, ela decide fazer algo completamente inesperado: passar suas férias de verão na praia, com seu pai, a esposa dele e sua filha recém-nascida. Um verão pode mudar tudo...

Este é o 4º livro da Sarah Dessen que leio e, para mim, há um motivo claro para gostar tanto dos livros dela: eles são uma terapia. Eles me transportam a um mundo que também não é fácil, mas no qual é possível existir um final feliz.

Seus personagens, também, me despertam várias emoções. Eu senti raiva dos pais de Auden em diversos momentos, queria que eles acordassem e vissem as besteiras que estavam fazendo com seus filhos e com eles mesmos. Mas acho que todo mundo é assim... A gente só percebe a repercussão de nossos atos quando alguém os joga nas nossas caras.

Falei que o livro era uma terapia, agora estou até filosofando. Mas essa é a magia de A Caminho do Verão...Nos fazer pensar sobre nossas próprias vidas, enquanto observamos Auden, seus pais e Eli reconstruírem a deles.

Tem algo nada a ver com isso que pensei durante a leitura. Auden tem insônia, então ela passa a madrugada inteira fora de casa, dirigindo e tomando café em lanchonetes. Isso só pode acontecer em uma história de ficção mesmo, se fosse real ela teria sido assaltada na primeira noite!

Porém, fico feliz de ser uma história de ficção, que podemos ler e sonhar. Não é preciso esperar pelo verão, basta pegar uma bicicleta e pedalar.

Outras capas:


Nota:

Onde comprar: Submarino

Livro cedido para resenha pela Editora iD.
Related Posts with Thumbnails