10 de julho de 2014

A culpa é das estrelas


O grupo era formado por um elenco rotativo de pessoas com várias questões psicológicas desencadeadas pelos tumores. A razão de o elenco ser rotativo? Efeito colateral de se estar morrendo.

Hazel Grace, de 16 anos, tem um câncer terminal. Ela frequenta o grupo de apoio no porão de uma igreja, com outros pacientes jovens como ela. Certo dia, ela encontra lá Augustus Waters, que não para de lhe olhar...

Alguns infinitos são maiores que outros.

Eu estava com um pouco de receio de ler este livro. Primeiro, porque não gosto de ler livros sobre câncer e achei que ia sofrer demais com a leitura (já perdi três parentes para essa doença, quem já enfrentou isso sabe como é difícil). Segundo, porque é um livro que está muito "na moda" atualmente, e eu tinha medo de criar grandes expectativas e me decepcionar. Mas, como saiu o filme e eu gosto de ler o livro antes de ver o filme, decidi arriscar. E pude entender o que encanta tanto, pois também fui fisgada pela história de Hazel e Gus.

A história deles é trágica e romântica... Mas o que mais gostei foi O JEITO que ela foi contada. Os diálogos são inteligentes, com várias sacadas geniais. Apesar do tema (câncer) ser tenebroso, a história não é pesada. Hazel, que nos conta a história, consegue manter o tom leve da história. Mas nós também sofremos com ela...


Depois de ler A culpa é das estrelas, pude entender porque esse livro é tão amado. Realmente, não é uma moda - eu já me vejo relendo-o no futuro. É uma história linda, que nos marca e nos faz pensar. Recomendo.

Outras capas:


Nota:

Imagem original do filme: thefaultinourstarsmovie.com; capas: Goodreads

31 comentários:

  1. também já perdi alguns parentes para esta doença, e ainda tenho na minha familia vários casos... é bem difícil mesmo =/
    o livro é um dos meus favoritos. o que mais me agrada nele é a forma como o autor conta a história. ela não é tão focada na doença dos dois, mas sim tem o foco principal no amor dos dois
    fiquei muito feliz em saber que você gostou da história!!! :D

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li o livro,exatamente por achar o tema triste.
    Sou bem covarde quando livros ou filmes abordam assuntos sobre doenças.Infelismente tenho meus motivos. :/
    Mas vou "tomar" coragem e ler.

    ResponderExcluir
  3. Oi Sora faz um tempinho que li A culpa é das estrelas, mais sei que AMEIIII, ainda não assisti o filme porém pelos comentários sei que vou desabar assim como no livro!beijokas =)

    http://www.paraisoempapel.com
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. em breve a resenha sai lá no blog também, postagem ja ta até programada, demorei muito para ler, mas confesso que supriu todas as minhas expectativas! Green toca não só com a história do câncer, mas principalmente a história de amor!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Parece mesmo uma história linda, mas também tenho esses receios que você teve.
    Bem, já que foi uma boa surpresa e eu já tenho o livro, logo vou arriscar a leitura.
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  6. Sora, terminei de ler o livro essa semana e também adorei! E como você o que mais me chamou atenção foi diálogos inteligentes. O livro faz pensar e refletir sobre certas coisas da vida, um livro bem tocante! Adoro a escrita do Green, já li também Cidades de Papel e é fantástico!
    Abraços!
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Sora,
    Eu também demorei um pouco para ler ACEDE, mas quando finalmente li ,acabei fisgada pela escrita do autor. Estou curiosa para ver o filme.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Sora! Ainnn está historia é tão incrível e sabe as pessoas só estereotiparam o livro como moda pois é relatado com uma linguagem jovem, mas será que o pessoal não enxergam a linda da historia? é uma celebração vida, e ao amor. Não se trata apenas do final trágico.

    Enfim, uma historia para ser contada por gerações!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  9. Oi , eu amo esse livro , já reli mais de mil vezes e nunca me canso , sem contar que ja assistir o filme 2 vezes , sem duvidas o livro esta no meus favoritos , e é lindo como os dois enfrentam essa doença de cabeça erguida ! eu chorei lendo o livro do começo ao fim é mt lindoo !
    eu tbm super recomendo !

    ResponderExcluir
  10. Oi , eu amo esse livro , já reli mais de mil vezes e nunca me canso , sem contar que ja assistir o filme 2 vezes , sem duvidas o livro esta no meus favoritos , e é lindo como os dois enfrentam essa doença de cabeça erguida ! eu chorei lendo o livro do começo ao fim é mt lindoo !
    eu tbm super recomendo !

    ResponderExcluir
  11. É um livro que não cansa, não enjoa. É atemporal, quero que meus filhos e netos lenham, assim como influencie varias pessoas a ler.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  12. Oi Sora!
    Eu não sei se foi o momento que eu li a história, mas acabei não gostando muito :P
    Bjks!

    ResponderExcluir
  13. Você realmente pegaria para reler? Cara, eu entrei em crise da primeira vez - sou impressionada demais - e não pegaria ele de novo nem que fosse o último livro do mundo.
    Eu amei. Mas também me bateu uma depressão do caralho.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Sora. Sabe que não li o livro nem vi o filme e acho que não o farei porque todo mundo diz que é um rio de lágrimas e já chorei muito com o Marley e Eu e alguns do Nicholas Sparks e chega! Hahahahaha.

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  15. Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas vou compra-lo em breve. Só li pontos positivos sobre o livro e ninguém mais exatamente ninguém falou mal dele. Além desse motivo eu também não estava muito afim de le-lo porque perdi minha mãe para essa doença, mais acho que ele está positivo demais nas massas!
    O filme também estou louca para vê, mais o livro é mais importante!
    bjos
    Leitura de Ouro
    leituradeouro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Eu gostei muito deste livro. Não achei tudo o que todo mundo fala, mas é uma história linda e triste.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá =).
    Li esse livro cheia de expectativas e não curti tanto, achei a história bacana, mas nada demais.
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Bem vinda ao clube querida! Também me vejo relendo este livro outras vezes mais.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  19. Eu achei lindo esse livro e triste também.
    Tenho que comprar o meu, porque quando li foi emprestado.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. John Green foi muito feliz na forma como retratou essa história, não é um tema fácil de se trabalhar, afinal é algo que está presente em nossas vidas diariamente, mas os personagens muito bem construídos com doses de humor deixaram tudo melhor, os quotes fantásticos, tudo conspirou para que fosse um sucesso, gostei de cada passagem, cada parte, ainda não assisti ao filme, quero muito conferir como ficou a adaptação, é um dos meus livros favoritos e não me importo se ele ficou na moda, quando eu li ainda não era, tomará que isso seja um impulso para que a literatura em geral fique na moda e não apenas um livro.

    ResponderExcluir
  21. Oi Sora.
    Sofri tanto com esse livro quando o li, meu coração ainda está tentando colar os pedaços quebrados UAHSUAH Que bom que você gostou. Muito boa sua resenha :)

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    http://thisadorablething.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Ainda não li e nem assisti
    Mas tenho muita vontade
    Sempre falam super bem
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Não li e nem assisti o filme, e mais, não pretendo, sinceramente. O povo falou tanto, tanto, tanto, que até perdi a vontade.

    David - Leitor Compulsivo (www.leitorcompulsivo.com)

    ResponderExcluir
  24. Perder parentes pra essa doença é muito ruim mesmo... eu perdi um tio e dois amigos da minha idade e um deles com o mesmo câncer da personagem =/ Concordo com o que você falou, é a forma como o John constrói e conta a história que a deixa tão especial! Adorei a resenha ^^"

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  25. Alguem poderia me esclarecer o que é DG, no inicio do cap. 24.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que é "Depois de Gus"?

      Excluir
    2. achei que não, pois no cap.23, quando ela foi na casa dos pais de Gus já tinham se passado alguns dias do enterro, e quando encontra Van Houten diz:"Ele ainda estava com o terno que tinha usado no enterro, quase uma semana depois".

      Excluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Câncer é sempre um tema triste, mas o autor conseguiu deixar ACEDE leve e bem humorado. Gostei muito da leitura. Com certeza, pretendo reler.

    ResponderExcluir
  28. Ainda não li o livro, mas por culpa de spoilers já sei o final T.T
    Mas ainda assim quero muito ler ")
    Acho essa capa a mais bonita, nada contra as outras, mas essa é a melhor .

    ResponderExcluir
  29. Assim como você tenho vontade de ler mas tenho receio ja que também tenho muitos casos de cancer na familia...então não curto nada o tema, mas fico boba de ver quanta gente ama este livro..mesmo sabendo que ele é triste.
    Adorei saber que mesmo com um tema pesado ele é um livro bom de ler, quem sabe um dia eu acabe me rendendo e leia,
    beijos.

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails