7 de agosto de 2014

A rosa da meia-noite


Hoje, por favor, imploro aos deuses, pois eu sempre soube, a cada hora que se passa desde que vi meu filho pela última vez, que ele ainda respira em algum lugar deste planeta. Se ele tivesse morrido, eu teria sabido no exato momento em que isso aconteceu, do mesmo modo que soube quando todos aqueles que amei na vida se foram.

Eu havia gostado bastante do único livro da Lucinda Riley que havia lido até então (A casa das orquídeas), então quando recebi A rosa da meia-noite da Novo Conceito, logo tive vontade de ler. No começo me senti um pouco intimidada pelo tamanho do livro (572 páginas), mas depois pensei: se o livro é bom, não importa o número de páginas, eu lerei do mesmo jeito. Mas ele não é só bom... É excelente!

A história começa em Fevereiro de 2000, na Índia, quando Anahita Chavan completa seu 100º aniversário. Ela teve um filho, décadas atrás, que disseram que havia morrido, mas ela nunca acreditou nisso. Por isso, confia um manuscrito com a sua história para seu bisneto, Ari, e a missão de descobrir o que realmente aconteceu com seu filho. Depois desse início, passamos por vários lugares, no passado e no presente. A história de Anahita e Ari se cruza com a da atriz americana Rebecca, que se hospeda em uma mansão vitoriana para filmar um seriado.


A quantidade de pesquisa histórica que a autora deve ser feito para escrever este livro é palpável através das páginas. Além de me emocionar com os personagens (que são incrivelmente humanos), o pano de fundo histórico é incrível. Aprendi bastante sobre a Índia e a Inglaterra do começo do século XX, e me senti parte da história. Voltando a falar do tamanho do livro: a vantagem de um livro mais longo é que os personagens começaram a fazer parte da minha família, devido ao tempo passado com eles.

A rosa da meia-noite é um livro fantástico, com uma história emocionante. Me fez sentir alegria, raiva, tristeza... E também esperança. Não se deixem intimidar pela quantidade de páginas. A leitura fluiu tão rápido e é tão envolvente que não queria que chegasse ao fim.

Outras capas:

Nota:

Livro cedido para resenha pela editora Novo Conceito.

Créditos das imagens: capas - Goodreads, foto - Wikipedia.

Related Posts with Thumbnails