28 de outubro de 2014

Perdendo-me

Bliss Edwards, você é tremendamente atraente.
Então como foi que acabei, com vinte e dois anos de idade, sendo a única pessoa que eu conhecia que nunca tinha feito sexo na vida? Em algum ponto entre Saved by the Bell e Gossip Girl, não se ouvia falar de uma garota que se formasse na faculdade e ainda permanecesse virgem. E agora, lá estava eu, parada e em pé no meu quarto, me arrependendo de ter reunido a coragem para admitir esse fato à minha amiga Kelsey. A reação dela foi como se eu tivesse lhe dito que estava escondendo um rabo debaixo da minha saia trapézio. E eu soube, antes mesmo de o queixo dela terminar de cair, que essa era uma ideia terrível.

Bliss se sente mal por ser a única pessoa com 22 anos que ela conhece que ainda é virgem. Sua amiga Kelsey quer mudar isso, então a leva a uma boate para que ela encontre um parceiro. Bliss sai de lá com Garrick, um britânico charmoso, que poderia ser o cara perfeito... Se ela não entrasse em pânico e visse seu plano ir por água abaixo.

Por causa do tema do livro, eu não o tinha visto com bons olhos e já havia formado uma ideia pré-concebida de que não iria gostar dele. Mas depois de ler várias resenhas positivas em outros blogs, decidi ler. E não é que o livro é bom mesmo!


O assunto virgindade ainda é tabu na nossa sociedade. O livro poderia ficar discutindo isso, libertação feminina e outros assuntos polêmicos, mas o tema é debatido pela Bliss, que nos conta a história, com humor, o que tornou a história leve e divertida. Teve momentos do livro em que até ri alto (ainda bem que estava em casa). Acho que é por isso que tantas pessoas gostaram de Perdendo-me: o jeito que a autora escreve é leve, apesar de não ser fácil escrever sobre esse assunto.

E, finalmente, encontrei um New Adult em que o personagem masculino não é possessivo, briguento etc. Garrick é um amor! É o tipo de cara pelo qual vale a pena lutar e ficar junto.

O livro tem duas continuações, mas que contam a história de outros personagens. Fingindo é sobre Cade e Encontrando-me sobre Kelsey. Eu gostei bastante de Perdendo-me e quero ler os próximos livros também.

Outras capas:


Nota:


Onde comprar: Amazon e Submarino

Livro cedido para resenha pela Editora Novo Conceito.

Créditos das imagens: capas - Goodreads, frase - criação minha.

8 comentários:

  1. Faz um tempinho que leio bons comentários sobre esse livro. Mas apesar de adorar um new adult,nunca tive muito interesse em ler esse.
    Não sei exatamente a razão...
    E agora lendo a resenha,e sabendo que é uma trama que nos diverti,fiquei bem curiosa! :)

    ResponderExcluir
  2. Own achei fofo sua resenha, me deu até vontade de comprar o livro. Me pareceu uma leitura leve, apesar do tema ser importante!
    Estilo new adult eu adoro!
    E acho que essa foi uma boa sugestão

    bjos
    O antigo Leitura de Ouro mudou
    Agora é andressasantostanoblog.blogspot.com.br
    Andressa Santos - Tá no Blog!

    ResponderExcluir
  3. Eu só li este ai, não li as continuações ainda, mas adorei a trama. O Garrick é realmente um amor, totalmente diferente dos outros homens que encontramos em new adults... :P
    A escrita da autora é ótima, e ela consegue escrever sobre este tema, que é tabu pra muita gente mesmo, que uma forma ótima e apaixonante. Adorei a trama! *-*

    ResponderExcluir
  4. eu quero muito ler, ja tenho o livro aqui na estante, mas gostaria de esperar mais um volume ser lançado!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Sora, realmente, Garrick é um amor, adorei o personagem, queria um desses, hehe
    Amei este livro, eu li logo que chegou, não vejo a hora de ler os outros livros.
    Parabéns pela resenha, e fico feliz que gostou! ^^

    Beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/2014/10/resenha-o-homem-perfeito-vanessa-bosso.html

    ResponderExcluir
  6. Oi Sora! Eu também pensei que o livro ia girar em torno de virgindade e tal, mas o assunto foi tratado de maneira tão leve, que acabou sendo divertido, e o mocinho ser um cara normal, sem o dom da possessividade, sem ser transtornado, foi um diferencial com certeza.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Como eu sou super fã de New Adult estou cobiçando esse livro desde que foi lançado.E é tão bom encontrar um personagem assim igual o Garrick por que ser possesivo e ciumento é uma caracteristica de 90% dos homens de livros desse gênero.A Bliss também parece ser uma personagem bem amavel que nos faz torcer por ela.adorei.

    ResponderExcluir
  8. Eu não sei por que a temática desse livro, não me excita muito. Sei lá parece um assunto tão rebatido. Mas acho que mesmo assim, eu tentaria ler num tempo livre. Vai que ele me ganha, né?
    Bjoo ♫ Conversas de Alcova ♫

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails