11 de novembro de 2014

Nosferatu

A Pirralha tinha 8 anos na primeira vez que atravessou a ponte coberta que ligava os Perdidos aos Achados.

Victoria McQueen descobriu que podia atravessar uma ponte com a sua bicicleta e chegar a outros lugares. Ela tem um dom. E Charlie Manx também. Ele sequestra crianças e as leva para a Terra do Natal. Um lugar mágico... e assustador.

Até então, só havia lido um livro do Joe Hill (A estrada da noite), que achei sensacional. Mas Nosferatu é ainda melhor.

A história começa em 1986 e vai até os dias atuais. A melhor parte de uma história se passar em tantos anos, é que podemos acompanhar o desenvolvimento dos personagens, principalmente Vic, nossa heroína. Quando chegamos em 2012, é possível entender por que Vic ficou do jeito que ficou, pois vemos tudo pelo qual ela passou.

Não quero nem comentar muito da história para não entregar alguma coisa. Só posso dizer que ela me manteve grudada no livro o tempo inteiro, e que me fez odiar músicas de Natal. Sério, apesar de ser um livro, eu ouvia as músicas tocando na minha cabeça o tempo todo.


Para não escreve algum spoiler, reuni algumas curiosidades de Nosferatu.

Referências


Joe Hill é filho de Stephen King, que é famoso por sempre esconder referências a outros livros seu em seus livros. Como filho de peixe, peixinho é... Encontrei diversas referências, tanto a livros do Hill quanto do King!

P. 331 - Existe a Estrada da Noite, os trilhos de trem que levam à Orphanhenge, as portas para o Mundo Médio e a velha trilha que conduz à Casa da Árvore da Mente(...).
Orphanhenge é um livro que Hill ainda irá escrever.
Mundo Médio é onde se passa a saga A Torre Negra, do King.
Casa da Árvore da Mente é do livro O Pacto.

P. 362 - No Maine, em volta da área metropolitana de Lewiston/Auburn/Derry havia o CIRCO DE PENNYWISE.
Pennywise é o palhaço assassino de It - A Coisa, também do King.

P. 457 - Houve Craddock McDermott, segundo quem o próprio espírito residia dentro de seu terno preferido. Há o Homem que Anda de Costas, dono de um relógio incrível que avança para trás.
Craddock McDermott é o fantasma de A estrada da noite.
Homem que Anda de Costas não consegui descobrir de onde é, alguém sabe?

Prequel


Há uma graphic novel, chamada Wraith: Welcome to Christmasland, que conta a história de Charlie Manx  antes de Nosferatu. O nome da novel é o mesmo do Rolls-Royce que ele dirige. A palavra "wraith" também pode ser traduzida como "espectro".

Outras capas:


Nota:

Onde comprar: Submarino | Amazon

#partiuTerraDoNatal

Livro cedido para resenha pela Editora Arqueiro.

14 comentários:

  1. Oi, Sora!
    Tenho muuuita vontade de ler esse livro, o gênero. Passei a leitura por ser um livro relativamente grande, e apesar disso geralmente não me impedir de ler, no momento ando sem tempo para leituras extensas.

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Esse realmente puxou o pai, que livro gigante.
    Adorei a resenha, me animou a ler.

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. adoro os livros do King, e do Joe não li nenhum livro ainda... legal essas referências. eu nunca teria reparado! hahaha
    este livro parece ser ótimo. desde que li a sinopse fiquei mega curiosa por ele. até já inclui na minha lista de desejados do amigo secreto da empresa! hahahah

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nada do autor,mas em breve lerei.
    Ganhei o livro "A Estrada da Noite", e estou esperando chegar . :)
    Nosferatu também está entre meus desejados. Só espero não deixar de gostar de músicas natalinas; Pois as adoro! rs

    ResponderExcluir
  5. Sora, já me recomendaram muito os livros do Joe Hill, tenho um conto dele no Kobo, mas ainda não consegui parar pra ler. Eu não me dou muito bem com o pai - nossa relação é 8 ou 80 - mas fico curioso, é um gênero de que gosto, então quero experimentar.

    ResponderExcluir
  6. Olá Sora, Joe Hill é realmente incrível, adorei suas obras da quais li, Nos4a2 é um deles é bem thriller mesmo e na leitura, as vezes sentia ódio da Vic, achei que se meteu aonde não devia, mesmo a culpa não sendo dela ela ter achado a ponte. Adorei as ilustrações do livro. Também ouvi as músicas na minha cabeça enquanto lia, Manx parece ser um personagem bem feio e diferente dessas criaturas vampíricas hoje em dia, Joe teve uma mente criativa para tudo isso. E adorei também o mapa da Terra do Natal, não me lembro a página. Mas essa leitura foi uma das minhas preferidas, recomendo!
    Beijos Sora, até mais.
    ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Sora.
    Adorei seu ponto de vista sobre essa obra. Esse livro assim como outros do autor, como, Estrada da Noite e O Pacto são por mim desejados. Espero assim como você, ao ler Nosferatu, gostar da narrativa. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. leio bons comentários sobre o livro, mas não tenho vontade de ler :/
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bom?
    O livro árece ser incrível e, é bastante elogiado.
    Estou muito curiosa para ler alguma obra do autor.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  10. Oi Sora! Li os primeiros capítulos e achei uma leitura bem interessante, é uma viagem surreal aquela da garota com a bicicleta, quero só ver qual será a explicação para tudo isso.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. Não li ainda Estrada da Noite e nem este. Adorei saber que este supera o outro, até porque são dois livros que me interessam.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Oi Sora, tudo bem?

    Eu não conhecia este livro, mas gostei muito da resenha. Achei a história muito interessante. Ainda não li nada do autor, mas estou anotando os títulos que quero comprar.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Hill é um sucesso a altura de seu pai, mesmo que evite tais comparações, conseguiu criar uma obra extremamente complexa e brilhantemente bem escrita, gosto demais dessas referências inseridas, já li O Pacto e Estrada da Noite e os termos que esse usou em Nosferatu são muito importantes em ambos os livros, que venha mais obras do Joe e que sejam até melhores que as já publicadas.
    Só acho que podia ter mantido a capa com a placa mesclando números e letras, mas enfim editora resolveu traduzir.

    ResponderExcluir
  14. Preciso ler um terror para o desafio desse mês e acho que vou pegar um do Joe Hil. Gostei bastante desse!
    Samara - www.infinitoslivros.com

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails