31 de outubro de 2014

Diferenciando gêneros literários: Young Adult X New Adult


Oi pessoal! Estou iniciando hoje uma nova série de posts aqui no blog: Diferenciando gêneros literários! Serão posts explicando a diferença entre alguns gêneros que sempre geram um pouco de confusão nas nossas cabeças. E o assunto de hoje é: Young Adult X New Adult!

Young Adult, ou simplesmente YA, é a ficção escrita, publicada ou direcionada a adolescentes e jovens adultos (alguém com idade entre 12 e 18 anos). Alguns autores definem o público-alvo de livros YA como pessoas com idade de 16 a 25 anos, enquanto o gênero Teen Fiction (ficção para adolescentes) para as idades de 10 a 15 anos.

Exemplos de livros YA:


New Adult, ou NA, é um gênero de ficção com protagonistas mais velhos, com idade entre 18 a 25 anos. O nome é parecido com YA pois foi definido, inicialmente, como um "YA mais velho". Normalmente os livros New Adult focam em questões como sair de casa, sexualidade e escolhas de faculdade e carreira.

Exemplos de livros NA:


E aí, vocês curtem ler livros YA ou NA? Quais seus livros preferidos nesses gêneros?

Na próxima sexta, falaremos de dois gêneros fantásticos: Fantasia X Ficção Científica. Até lá!

Fonte: Wikipedia. Imagem original do banner: freedigitalphotos.net.

30 de outubro de 2014

Quando cair o verão e outras histórias

Quando cair o verão,
O Senhor do Inverno se erguerá.
Ao clamor da escuridão
A Dama Fria os olhos abrirá.

Vocês conhecem a série de TV britânica Doctor Who? Eu estou assistindo pelo Netflix, estou no final da 3ª temporada e adoro! É uma série de ficção científica estrelada por The Doctor, que é basicamente o cara mais legal do universo e que viaja em uma cabine telefônica azul (a TARDIS).

Quando cair o verão e outras histórias é um livro escrito por personagens da série Doctor Who. Isso mesmo, os autores não existem de verdade! São 3 contos inspirados em episódios da série e escritos por seus próprios personagens.

Bom, eu não vi muito da série ainda, mas isso não atrapalhou em nada a leitura. Na verdade, mesmo quem nunca ouviu falar da série pode ler e gostar do livro, pois os contos não tem relação com a "mitologia" da série.


Os contos são:

Quando cair o verão - uma menina chamada Kate encontra uma estranha pintura e, de repente, seu mundo se torna um inverno eterno.
O beijo do anjo - a detetive particular Melody Malone passa por uma estranha aventura, após receber uma visita do ator Rock Railton.
O demônio na fumaça - dois meninos decidem fazer um boneco de neve, mas ao colocar a última peça, o boneco começa a sangrar.

O conto que mais gostei foi o segundo, ele é bem estranho, como os episódios de DW.

Quando cair o verão e outras histórias é um livro obrigatório nas estantes dos fãs mais ardorosos da série. Acho que não gostei tanto do livro porque estou no começo da série e não entendi as referências. Mas ainda assim foi uma boa leitura.

Outras capas:


Nota:


Onde comprar: Submarino e Amazon

Livro cedido para resenha pela Suma de Letras.

Créditos das imagens: capas - Goodreads, Melody Malone - tumblr.

29 de outubro de 2014

Game: Abyss: The Wraiths of Eden

 

Hoje vou falar sobre o último jogo que terminei, chamado Abyss: The Wraiths of Eden. Ele é muito  parecido com Nightmares of the Deep: The Cursed Heart - inclusive são da mesma desenvolvedora, Artifex Mundi, e comprei os dois juntos em uma promoção.

Qual a história de Abyss?

Você está na pele de uma mergulhadora, cujo noivo foi sequestrado nas profundezas do mar. Você, é claro, vai atrás dele... E descobre que há muito mais envolvido. Há uma cidade submersa, uma seita, seres paranormais e por aí vai.



Este jogo também é de aventura e objetos escondidos, e eu gostei mais dele do que de Nightmares of the Deep. A história é mais interessante e os enigmas são um pouco mais complexos - mas nada impossível, a ponto de eu ficar encalhada no jogo e não conseguir prosseguir.

O único ponto negativo continua sendo a animação, que é um pouco melhor que o outro jogo, mas ainda precária. Porém, a história e os desafios valem a pena.



Obs: Eu joguei em inglês e agora vi que também existe uma versão em português! Assim fica mais fácil na hora de procurar os objetos, porque sempre tem pelo menos um que não sei a tradução e acabo usando a dica.

Nota:

Onde comprar: Steam | Google Play | Apple Store

Screenshots tirados por mim durante o jogo.

28 de outubro de 2014

Perdendo-me

Bliss Edwards, você é tremendamente atraente.
Então como foi que acabei, com vinte e dois anos de idade, sendo a única pessoa que eu conhecia que nunca tinha feito sexo na vida? Em algum ponto entre Saved by the Bell e Gossip Girl, não se ouvia falar de uma garota que se formasse na faculdade e ainda permanecesse virgem. E agora, lá estava eu, parada e em pé no meu quarto, me arrependendo de ter reunido a coragem para admitir esse fato à minha amiga Kelsey. A reação dela foi como se eu tivesse lhe dito que estava escondendo um rabo debaixo da minha saia trapézio. E eu soube, antes mesmo de o queixo dela terminar de cair, que essa era uma ideia terrível.

Bliss se sente mal por ser a única pessoa com 22 anos que ela conhece que ainda é virgem. Sua amiga Kelsey quer mudar isso, então a leva a uma boate para que ela encontre um parceiro. Bliss sai de lá com Garrick, um britânico charmoso, que poderia ser o cara perfeito... Se ela não entrasse em pânico e visse seu plano ir por água abaixo.

Por causa do tema do livro, eu não o tinha visto com bons olhos e já havia formado uma ideia pré-concebida de que não iria gostar dele. Mas depois de ler várias resenhas positivas em outros blogs, decidi ler. E não é que o livro é bom mesmo!


O assunto virgindade ainda é tabu na nossa sociedade. O livro poderia ficar discutindo isso, libertação feminina e outros assuntos polêmicos, mas o tema é debatido pela Bliss, que nos conta a história, com humor, o que tornou a história leve e divertida. Teve momentos do livro em que até ri alto (ainda bem que estava em casa). Acho que é por isso que tantas pessoas gostaram de Perdendo-me: o jeito que a autora escreve é leve, apesar de não ser fácil escrever sobre esse assunto.

E, finalmente, encontrei um New Adult em que o personagem masculino não é possessivo, briguento etc. Garrick é um amor! É o tipo de cara pelo qual vale a pena lutar e ficar junto.

O livro tem duas continuações, mas que contam a história de outros personagens. Fingindo é sobre Cade e Encontrando-me sobre Kelsey. Eu gostei bastante de Perdendo-me e quero ler os próximos livros também.

Outras capas:


Nota:


Onde comprar: Amazon e Submarino

Livro cedido para resenha pela Editora Novo Conceito.

Créditos das imagens: capas - Goodreads, frase - criação minha.

27 de outubro de 2014

Trecho: Felizes para sempre

A dor vinha em ondas, pesada e violenta, acertando em cheio seu coração e deixando-o em pedaços. Em outros dias, as ondas eram lentas e pareciam querer submergi-la, ameaçando afogar sua alma.

As pessoas – gente legal, que gostava dela – diziam que o tempo curava tudo. Parker tinha esperanças de que elas estivessem certas, mas parada ali, na varanda do seu quarto, ao sol do final de verão, meses depois da morte súbita e chocante dos seus pais, sentia que aquelas ondas volúveis continuavam seu movimento.

Tentava lembrar que tinha tantas coisas boas... Seu irmão – e não sabia se teria sobrevivido àquele sofrimento sem Del – tinha sido uma rocha à qual ela se agarrara naquele oceano de estupefação e sofrimento. As amigas: Mac, Emma e Laurel, que faziam parte de sua vida, parte até dela mesma, desde a infância. Elas vinham colando e mantendo no lugar todos os pedaços estilhaçados de seu mundo. Tinha o apoio constante e inabalável da Sra. Grady, que trabalhava como governanta em sua casa havia anos, uma verdadeira ilha de consolo.

Esse é o início de Felizes para sempre, que encerra a série Quarteto de Noivas da Nora Roberts e será lançado no dia 03/Novembro. Vocês já leram algum dos livros da série? Eu ainda não li mas são muito desejados.

Outros livros da série:


Onde comprar: Amazon.

Capa e trecho fornecidos pela Editora Arqueiro.

26 de outubro de 2014

Essa Semana #40 2014

Oi pessoal! Vou fazer o Essa Semana desta semana com as fotinhos que postei no instagram!

Lembrando que esta é a última semana para participar do Top Comentarista de Outubro, ainda dá tempo de participar. ;)

* Estou lendo: Depois de Nosferatu, preciso ler um livro mais leve para descontrair.


* Recebi #1: Amaldiçoadas, da Editora Arqueiro. Gostei do livro anterior (Enfeitiçadas) e quero ver como a história irá continuar. O título é em letras douradas, por isso não saiu direito na foto.


* Recebi #2: Lançamento da Novo Conceito, veio embrulhado com o pôster que está atrás do livro.


* Essa semana no blog:

Por hoje é só, até o próximo domingo!

24 de outubro de 2014

Minha Viagem ao Oeste Americano! Parte 5/5



No último post sobre a minha viagem, falo um pouco dos dois parques nacionais que visitei: Grand Canyon e Yosemite! E algo que me deixou impressionada foi a organização desses parques. Tudo lindo, limpo, organizado... O Brasil tem tantas belezas naturais, mas infelizmente não há investimento nesse tipo em turismo por aqui. Pelo menos na minha cidade, os parques vivem abandonados, o que é uma pena.

Saímos de Los Angeles para ir ao Grand Canyon National Park. A viagem durou 8 horas de ônibus, mas valeu a pena. A vista do Grand Canyon é única, incrível! O parque é enorme e só vimos um pedacinho.


O parque é cheio de esquilos, são tão fofinhos!


Outro parque que visitamos foi o Yosemite National Park, no caminho entre Las Vegas e San Francisco. Também só vimos um pedacinho do parque... Infelizmente, nesse dia, estava havendo um incêndio muito grande em outro pedaço dele. Não passsamos pela queimada, mas estava tudo meio esfumaçado e dava para sentir o cheiro.


Assim como a região Sudeste do Brasil, a California está passando por um período de seca muito crítico. Para vocês terem uma ideia, a foto abaixo é de uma cachoeira... Mas não havia uma gota de água nela!


E, assim, minha viagem chega ao fim. Espero que tenham gostado de viajar comigo!

23 de outubro de 2014

Pet Sematary

Louis Creed, who had lost his father at three and who had never known a grandfather, never expected to find a father as he entered his middle age, but that was exactly what happened... although he called this man a friend, as a grown man must do. when he finds the man who should have been his father relatively late in life. He met this man on the evening he and his wife and his two children moved into the big white frame house in Ludlow. Winston Churchill moved in with them. Church was his daughter Eileen’s cat.

O Dr. Louis Creed se muda para Ludlow, Maine, para assumir o cargo de médico-chefe no ambulatório da universidade. Junto com ele vão sua esposa, Rachel, seus filhos pequenos, Ellie e Gage, e o gato Church. Perto da casa passa uma rodovia, que ás vezes leva as vidas dos animais de estimação. Também há, atrás dela, um cemitério de animais, cuidado pelas crianças da cidade. E além dele, há uma terra em que ninguém deveria pisar.

Este foi o segundo livro do Stephen King que li na vida (o primeiro foi A Zona Morta), quando tinha 13 anos. Na época li em Português, uma edição que nem tenho mais, tive que jogar fora pois ficou toda comida por traças. Foi um livro que me marcou naquela época, principalmente porque foi um dos primeiros livros de terror que eu li. Como não lembrava totalmente da história, comprei uma edição nova, desta vez em Inglês, para reler.


É engraçado como são coisas diferentes que nos marcam, quando estamos em diferentes estágios da vida. Quando eu li na adolescência, o que me impressionou foi o cemitério de animais e o que acontece atrás dele. Hoje, o que mais reparei foi que este é um livro sobre como as pessoas lidam com a morte. Era um assunto com o qual não havia entrado em contato aos 13 anos, e acho que por isso não havia pensado nele. Por isso é importante relermos nossos livros, a percepção deles depende de como nos sentimos.

Pet Sematary já foi publicado diversas vezes no Brasil, com o título Cemitério ou Cemitério Maldito (não entendo porque não mantiveram o original que acho bem mais assustador, Cemitério de Animais). A última edição saiu este ano pela Suma de Letras e eu fiquei feliz por terem mantido o Church na capa (já que eu amo gatos).


O livro já foi adaptado para o cinema em 1989 e há boatos de que será feito um remake. Eu já vi o filme, mas recomendo primeiro a leitura do livro. Acho o livro muito mais assustador do que o filme. É um livro de terror que cumpre seu propósito: nos fazer sentir medo.

Curiosidade: na edição que eu li (de 2011), há um prefácio escrito pelo King em que ele diz que considera este seu livro mais assustador. Diversos fatos reais aconteceram com ele e o autor os utilizou na história, deixando-a mais pessoal. Depois dessa introdução, li como novos olhos.

Outras capas:


Nota:

Onde comprar:

Este livro faz parte do Desafio dos Livros Encalhados 2014.

Imagens: capas - Goodreads, Church - The Guardian.

22 de outubro de 2014

Música do filme do livro: O melhor de mim

 

Dia 30/10 estreia nos cinemas O melhor de mim, filme baseado no livro homônimo de Nicholas Sparks. Enquanto o filme não chega, e se você ainda não tem o livro (como eu), é possível ler um trecho no site da Arqueiro ao som da trilha sonora do filme - que é ótima.

A trilha sonora é meio country, meio pop, e conta com artistas como Lady Antebellum e Colbie Caillat. Eu adorei! O álbum inteiro está disponível para ouvir online no site da Billboard.

Músicas:
1. I Did With You (Lady Antebellum)
2. Dream Girl (Hunter Hayes)
3. Hold On (SHEL and Gareth Dunlop)
4. In Love Again (Colbie Caillat)
5. The Way Things Go (Thomas Rhett)
6. Borrowed Time (Thompson Square)
7. Lead Me (Kip Moore)
8. Love Is A Liar (Kacey Musgraves)
9. Lady Antebellum (Falling For You)
10. Rain From Heaven (Eric Paslay)
11. All The Way (David Nail)
12. Unchanged (Eli Young Band)
13. Sweet Jane (Cowboy Junkies)
14. Crossroads (Phoebe Hoffman)

21 de outubro de 2014

Outlander - A Viajante do Tempo

Não era um lugar muito provável para desaparecimentos, ao menos à primeira vista. A pousada da sra. Baird era igual a milhares de outros estabelecimentos que ofereciam hospedagem e café da manhã nas Terras Altas, a região montanhosa da Escócia, em 1945 - limpa e tranquila, com papel de parede floral desbotado, assoalhos reluzentes e um aquecedor de água operado com moedas no banheiro.

Em 1945, no final da 2ª Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall e seu marido Frank tiram férias em Inverness, Escócia. Ao entrar em um misterioso círculo de pedras, Claire é jogada repentinamente em 1743, quando guerreiros dominavam o país.

Eu já havia divulgado um trecho do livro aqui no blog e estava super ansiosa por esta leitura. Outlander é uma série de livros (8, até agora) que faz bastante sucesso no exterior, tanto que gerou até uma série de TV. Por esses motivos, e ainda mais sabendo que era um romance com viagem no tempo (tema que eu adoro), minhas expectativas estavam altas... E acho que por isso mesmo acabei me decepcionando tanto.

O começo do livro estava realmente muito bom. A narrativa é rica, cheia de detalhes históricos sobre a Inglaterra e a Escócia. Até aprendi alguma coisa sobre a História desses dois países, e fiquei morrendo de vontade de conhecê-los. Também achei interessante o fato de Claire se interessar pela cura através das plantas, pois é um tema que também me interessa e que gostaria de estudar um dia.


Apesar do ótimo início, a história não conseguiu se sustentar. Por que? Porque o machismo, a violência contra a mulher, a infidelidade e a homofobia presentes no livro me deixaram com raiva dele. Por exemplo, não consigo entender uma mulher tão bem sucedida, inteligente, ficar se arrastando atrás de um cara que bate nela - ao mesmo tempo em que diz que ama o marido, que ficou no "futuro" de 1945. Tudo bem que a história se passa no século 18, mas a personagem principal é do século 20. Não precisava ter sido assim.

Outro absurdo da história: Jamie é virgem. Com 23 anos. E é um guerreiro. Em que mundo isso acontece? Duvido que na Escócia do século 18, quando as pessoas só viviam até os 40 anos!

Eu ia dar 2 florzinhas para o livro, mas como o começo dele foi muito bom, acabei dando três... Mas não pretendo continuar a ler a série, um livro já me cansou o suficiente. Porém, não deixem de ler por minha causa. Leiam e tirem suas próprias conclusões; afinal, se os livros fazem tanto sucesso, é porque agradaram muitas outras pessoas. Comigo, infelizmente, não funcionou.

Outras capas:


Nota:


Onde comprar: Submarino | Amazon

Livro cedido para resenha pela editora Saída de Emergência.

Créditos das imagens: capas - Goodreads, série - BBC News.

20 de outubro de 2014

Trecho: Perdido em Marte

DIÁRIO DE BORDO: SOL 6

Estou ferrado.

Essa é a minha opinião abalizada.

Ferrado.

Seis dias após o início daqueles que deveriam ser os dois meses mais importantes da minha vida, tudo se tornou um pesadelo.Nem sei quem vai ler isto. Acho que alguém vai acabar encontrando.

Talvez daqui a cem anos.

Que fique registrado: não morri em Sol 6. O restante da tripulação certamente achou que eu tivesse morrido, e não posso culpá-los. Talvez decretem um dia de luto nacional em minha homenagem e minha página na Wikipédia vá dizer: “Mark Watney foi o único ser humano que morreu em Marte.”

E, provavelmente, isso estará correto. Porque, sem dúvida, vou morrer aqui. Só que não em Sol 6, como todo mundo está achando.


Este foi um trecho de Perdido em Marte, um dos lançamentos de Outubro da Editora Arqueiro! O livro também será adaptado para o cinema, com Matt Damon no papel principal.

Onde comprar: Amazon

Booktrailer: http://youtu.be/EqqFTxVhvbg

Saiba mais no site da Arqueiro.

19 de outubro de 2014

Essa Semana #39 2014

Oi pessoal! Vamos ver como foi essa semana aqui no blog?

* Estou lendo: livro da editora parceira Arqueiro, estou gostando muito!


* Recebi: lançamento do mês da Harlequin. Pedi esse livro da Diana Palmer por influência da Suelen, do blog Romantic Girl. Ela é fã da autora e escreve resenhas tão lindas que fiquei morrendo de vontade de ler os livros. Aproveitem para conhecer o blog dela também! su-romanticgirl.blogspot.com.br


* Essa semana no blog:
Por hoje é só, até semana que vem!

18 de outubro de 2014

Off-topic: Água


Oi pessoal! Tudo bem com vocês? Queria aproveitar este espaço para falar de um assunto muito sério e que não tem nada a ver com livros.

Moro no interior de São Paulo e estou muito triste e apreensiva com a situação da água. Desde o final do ano passado sabemos que haveria uma crise hídrica, porém o Governo não fez nada a respeito e agora o estado está em situação de emergência. Há bairros aqui sem água há uma semana e racionamento em quase toda a cidade. Minha família está economizando, claro, mudamos diversas coisas em nossos hábitos para tentar ajudar. Mas sabemos que a água pode acabar de vez, e o que acho incrível é que não vejo nenhum político se pronunciando a respeito.

Escrevi este post porque queria que vocês soubessem o que está realmente acontecendo aqui. E também queria saber: como está a situação na cidade de vocês?

(A foto acima foi tirada do iG e mostra a situação atual do sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento de água de SP.)

17 de outubro de 2014

Minha Viagem ao Oeste dos EUA! Parte 4/5


Voltamos para a California, para conhecer a cidade de San Francisco. Adorei a cidade, é tudo arrumadinho e as casas são uma graça, com seus balcões projetados para fora. A primeira parada foi na prefeitura e, do lado dela, vimos a biblioteca municipal, que é esse prédio enorme aí embaixo.


Não poderia faltar a visita à famosa ponte Golden Gate... Só não deu tempo de atravessá-la.


De lá fomos para o Pier 39, que fica em Fisherman's Wharf (porto dos pescadores). É um lugar com vários restaurantes e lojas, mas o melhor do píer era um lugar para observar leões-marinhos! Tinha um monte desses bichinhos fofos, nadando e tomando sol.


No mesmo bairro, tem duas atrações muito legais, lado a lado. Uma delas acredito que quase ninguém conheça, mas vale a pena conhecer: The San Francisco Dungeon. Para quem já foi ao Hopi Hari (Itupeva/SP), é tipo a Katakumb, mas mil vezes melhor. É um labirinto escuro em que cada sala conta um pouco da história de San Francisco, com efeitos especiais assustadores. Eu adorei! Dica: converse com o ator fantasiado que fica na frente para ganhar um cupom de desconto.


Eu comprei um ingresso que valia para a "masmorra" e também para o museu de cera Madame Tussaud's, que fica do lado (comprando os dois juntos fica mais barato). Esse museu é incrível! É possível tirar fotos pertinho das celebridadades de cera e elas são muito reais. A distinta senhora aí embaixo é a própria Madame Tussaud, que viveu na França no século 18.


Queria ter ficado mais alguns dia em San Franscisco, mas infelizmente tivemos que partir...

Na próxima sexta-feira, conto um pouco dos dois parques nacionais que conhecia na viagem. Até lá!

16 de outubro de 2014

Trecho: Ligeiramente Casados


O último suspiro escapou dos lábios do capitão no momento em que essas palavras foram ditas. O coronel estendeu a mão para fechar os olhos de Morris e permaneceu apoiado sobre um dos joelhos por mais um ou dois minutos, como se fizesse uma oração, embora na realidade estivesse considerando a promessa que acabara de fazer. Ele prometera levar a notícia da morte do irmão à Srta. Morris em pessoa, embora não soubesse quem ela era nem onde morava. Prometera ainda informar à moça que o último desejo de Morris fora que ela não ficasse de luto por ele.

E ainda fizera seu juramento mais sagrado de que iria protegê-la. Do que - ou de quem – ele não tinha a menor ideia.

Custe o que custar!

O eco dessas últimas palavras ditas pelo homem à beira da morte ressoava nos ouvidos do coronel. O que poderiam significar? O que exatamente ele jurara fazer?

Custe o que custar!

Esse foi um trecho de Ligeiramente casados, de Mary Balogh, lançamento de Outubro da Editora Arqueiro. O romance histórico de 288 páginas é o primeiro da série Os Bedwyns.

(capa e trecho fornecidos pela Editora Arqueiro)

15 de outubro de 2014

Lançamento: O Desertor

Passando aqui hoje para divulgar este lançamento de Outubro da Editora Arqueiro: O Desertor, de Daniel Silva (que, ao contrário do que sempre pensei, não é brasileiro). Este é o 4º livro do personagem Gabriel Allon publicado pela editora. Confiram a sinopse abaixo!

Em uma pacata casa na Úmbria, o restaurador de arte Alessio Vianelli trabalha em uma obra de Guido Reni a serviço do Vaticano. O que seus vizinhos não sabem é que aquele misterioso italiano é apenas mais um disfarce para o lendário ex-espião israelense Gabriel Allon.

Ainda se recuperando da última missão, ele recebe a visita de seu antigo chefe, Uzi Navot, que lhe traz uma notícia chocante de Londres: Grigori Bulganov, o desertor russo que salvara a vida de Gabriel por duas vezes, sumiu sem deixar rastros.

Os serviços secretos britânicos não se importam com o caso, pois suspeitam que Bulganov seja um agente duplo que voltou para sua terra natal. Porém, Gabriel não acredita nessa hipótese e precisa provar que todos estão enganados antes que seu amigo seja morto.

Durante a investigação, ele volta a confrontar um antigo inimigo. Um dos homens mais poderosos e letais do mundo aproveita-se de um deslize seu para sequestrar uma das pessoas que o espião mais ama.

Transtornado, Gabriel parte numa jornada que atingirá o seu clímax nas congelantes florestas da Rússia. Nessa missão desesperada, ele está disposto a dar a própria vida para se vingar.


(capas e sinopse fornecidos pela editora)

14 de outubro de 2014

Filme: Truque de Mestre

Quatro ilusionistas são reunidos através de cartas misteriosas para se tornarem a equipe The Four Horsemen. Seu maior truque? Roubar um banco em Paris, de Las Vegas, na frente de um teatro lotado.

Truque de Mestre conta com um elenco estelar: Jesse Eisenberg (A Rede Social), Mark Ruffalo (Os Vingadores), Woody Harrelson (Zumbilândia), Michael Caine (Batman) e Morgan Freeman (que dispensa apresentações). Eu escolhi o filme aleatoriamente na Net para assistir, e me surpreendi ao encontrar essa quantidade de atores conhecidos.

Sempre gostei de mágica e ilusionismo e por isso gostei bastante do filme! Ele não explica tudo 100% no final, mas surpreende e é divertido. Acho que, se explicasse tudo nos mínimos detalhes, perderia a graça.

Depois do filme, fiquei morrendo de vontade de assistir um desses super shows de mágica ao vivo. Deve ser incrível!

O filme fez bastante sucesso e já garantiu uma sequência, com o mesmo elenco, que deve ser lançada em 2016.


Nota:

Onde comprar: Submarino - DVD e Blu-Ray.
Related Posts with Thumbnails