19 de maio de 2015

A menina mais fria de Coldtown

Lentamente ela colocou de volta o bule sobre a bancada e forçou-se a cruzar o chão da cozinha, com passos cautelosos, até que estivesse além do limiar da sala de estar.
Então ela teve que se forçar a não gritar.

Era para ser uma festa de adolescentes como outra qualquer, regada a bebida e música alta. Tana dorme na banheira e, quando acorda, todos os seus amigos estão mortos - viraram comida de vampiros. Os únicos sobreviventes são seu ex-namorado, agora infectado, e um estranho. Sua única esperança é chegar a Coldtown.

As Coldtowns são uma espécie de prisão, onde os vampiros reinam e para onde vão os humanos infectados - ou "resfriados", como diz o livro. Aqui a tradução ficou um tanto estranha. Em inglês, o termo "cold" serve tanto para "resfriado" (doente) como para "frio". Enquanto que o título do livro traduz a palavra para "fria", no resto do livro o termo usado é "resfriado".

Eu achei que A menina mais fria de Coldtown seria um romance young adult bonitinho, entre humana e vampiro, mas me surpreendi com a quantidade de sangue no livro. Ele é bem violento e bem mais tenso do que eu imaginava, não recomendo para leitores muito novos.

Até chegaram a Coldtown, não estava gostando muito, pois não entendia a motivação dos personagens, por que a Tana agia de modo tão besta como se envolver com um vampiro e um quase-vampiro. Mas a partir da página 100 o livro me fisgou e não conseguia mais parar de ler.

Imagem retirada do book trailer.

O livro também nos provoca uma reflexão em relação a reality shows: pela TV, tudo parece mais glamuroso do que realmente é. Isso acontece nas Coldtowns, onde são exibidas festas enormes dos vampiros, cheias de luxo, mas ninguém mostra as pessoas morrendo de fome nas ruas ou os suícidios em massa, em praça pública. Já falei que o livro é tenso? Pois é.

A menina mais fria de Coldtown foi um livro que me surpreendeu positivamente. A melhor parte é que é volume único, ou seja, tem final e não faz parte de uma série. Mas até que eu leria mais um livro sobre as Coldtowns.

Outras capas:


Nota:

Este livro foi cedido para resenha pela Novo Conceito e faz parte do TBR Book Jar 2015.
Related Posts with Thumbnails