15 de outubro de 2015

Para Continuar

Essa é a grande ironia da minha vida...
Meu coração faz um péssimo trabalho, e sou eu que pago o pato.

Em uma viagem de metrô, Leonardo César conhece Ayako, por quem seu coração logo bate rapidamente - apesar de ele ser defeituoso. Fascinado, ele a segue pelo bairro da Liberdade, em São Paulo, querendo saber mais sobre ele. Mas ele não poderia imaginar que Ho, um jovem chinês, entraria em seu caminho, assim como as misteriosas lanternas embaixo da loja do avô de Ayako.

Eu havia gostado bastante de Belleville (resenha aqui), por isso, quando vi mais um livro do Felipe Colbert sendo lançado pela Novo Conceito, logo quis ler. E, lembram-se de como senti raiva dele por tudo que ele me fez passar em Belleville? Pois é, em Para Continuar não foi diferente.

Leo e Ayako foram dois personagens com quem simpatizei de imediato. Por isso, eu queria muito mesmo que o amor entre os dois desse certo. E olha que não é fácil, acontece de tudo no caminho! Eu ri, torci, chorei... Em várias partes não conseguia nem respirar. É um livro que me manteve grudada o tempo inteiro e, quando cheguei no final, não queria largá-lo e já sinto vontade de reler.

Imagem original: Pinterest.

Outro ponto que eu achei muito legal é que a maior parte do livro se passa no bairro Liberdade, na cidade de São Paulo. Eu adoro passear pela Liberdade, e foi divertido ler um livro que se passa em um lugar que eu conheço. Fiquei até com vontade de fazer uma viagem para lá de novo, passear nas galerias e comer pastel.

Para Continuar é um livro maravilhoso, cuja história não irei comentar mais pois é uma delícia ir descobrindo aos poucos, durante a leitura. Eu amei, recomendo e não vejo a hora de ler um próximo livro do Felipe.

Nota:

Livro cedido para resenha pela Novo Conceito.
Related Posts with Thumbnails