26 de maio de 2016

The Sign of the Cat

Duncan was a boy who could speak Cat.
He had known cat language since he was small, because the cat who lived at his house took the trouble to teach him. It wasn't until he was a little older that he realized this was highly unusual.

(Duncan era um menino que podia falar Gato.
Ele havia conhecido a linguagem dos gatos desde que era pequeno, porque a gata que vivia em sua casa se deu ao trabalho de lhe ensinar. Não foi até ele se tornar um pouco mais velho que ele percebeu que isso era altamente incomum.)

O primeiro parágrafo do livro já resume porque eu decidi comprá-lo (além da capa linda!). Duncan é um garoto que sabe falar a linguagem dos gatos. Gente, se eu soubesse falar Gato, facilitaria tanto a minha vida com meus dois filhos felinos. Seria um sonho!

Mas a apesar dessa característica bem legal, a vida de Duncan não é fácil. Ele não sabe por quê, mas ao contrário das outras mães, a sua não quer que ele se destaque em nada. Tirar nota 10? Que nada, ela quer que ele fique na média mesmo.

Porém, duas coisas diferentes acontecem na pequena Ilha de Dulle. Filhotes de gatos estão desaparecendo e um novo navio atraca no cais. Logo a vida de Duncan muda totalmente - com a ajuda da pequena Fia, uma gatinha bem esperta com um olho de cada cor.


Esse livro foi uma verdadeira montanha-russa! Ele começou muito fofo, com gatos falantes e peludos. Depois ficou cada vez mais tenso, até que eu ficava pensando no livro o tempo todo, roendo as unhas e imaginando o que ia acontecer com Duncan - mas principalmente com a Fia, que eu tinha vontade de apertar.

Infelizmente, The Sign of the Cat (o sinal do gato) é inédito no Brasil, mas quem lê em inglês pode adquirir o e-book para Kindle. Eu adorei o livro e recomendo para quem gosta de gatos e aventura. Ele também tem uma ilustração em cada capítulo, o que o torna ainda mais especial.

Nota:
Related Posts with Thumbnails