30 de setembro de 2016

Métrica

- Layken! - grita ele, quando estou prestes a entrar em casa. Eu me viro de frente para ele, que está parado perto do carro. - Que a força esteja com você! - Ele ri e entra no carro enquanto eu fico parada, olhando para as pantufas do Darth Vader que ainda estão nos meus pés. Maravilha.

Ah, Colleen Hoover... Sempre que vejo um livro dela instantaneamente quero ler. Como gostei bastante dos outros livros que li (Um caso perdido e O lado feio do amor), não podia deixar de ler Métrica, que foi o romance de estreia da diva dos new adults.

Após a morte de seu pai, Layken se muda para o Michigan com sua mãe e irmãozinho. Ela achava que ia odiar a cidade nova... Até descobrir que seu vizinho era um gato! Will mora com seu irmão mais novo, Caulder, que logo no primeiro dia já se torna o melhor amigo de Kel, irmão de Layken. Lake e Will se apaixonam, mas logo encontrarão obstáculos que os impedirão de ficar juntos.

Sinceramente, achei a paixão dos dois muito repentina. Foi muito amor à primeira vista e senti falta do desenvolvimento do sentimento entre os dois. Fiquei com a impressão que um só chamou a atenção do outro porque era a menina/menino novo no pedaço.

Apesar de ter gostado bastante dos personagens do livro, os motivos que impediam o casal não me convenceram. Sabe aquele negócio de "o amor encontra um caminho"? Senti que Will não tinha vontade alguma de lutar pela Lake, e isso me deixava irritada.

Já que comecei pelos pontos negativos, vamos falar dos positivos.

A narrativa da Colleen é maravilhosa; como nos outros livros, ela é bem dinâmica, com vários diálogos, e chega a ser poética. Além disso, o livro é viciante, a cada página eu só queria ler mais. Fiquei triste quando chegou ao fim...


O título original, Slammed, tinha me deixado bastante curiosa, pois não sabia o significado. Segue:

Slams ou poetry slams são encontros de poesia falada (spoken word) e performática, geralmente em forma de competição, onde um júri popular, escolhido espontaneamente entre o público, dá nota aos slammers (os poetas), levando em consideração principalmente dois critérios: a poesia e a desempenho.
(fonte: Mensagens com amor)

Eu nem sabia que isso existia e agora estou louca para ver uma performance assim! As poesias que os personagens declamam no livro são ótimas, e são tão bem escritas que eu conseguia visualizar a performance deles. Também achei legal que cada capítulo é iniciado com um trecho de uma música da banda The Avett Brothers, que eu nunca tinha ouvido falar até então, mas depois ouvi as músicas e gostei.

O livro tem uma continuação, Pausa, mas o final deste é bem fechado. Não vejo necessidade de uma continuação e tenho até medo de ler e me decepcionar.

Métrica é um livro que mexe com nossas emoções e nos deixa com vontade de ler e escrever poesia. Não se deixe levar pelos pontos negativos e leia este livro!

Outras capas:


Nota:

Related Posts with Thumbnails