31 de dezembro de 2016

Ousada Debutante

Mais uma surpresa. Chegou a deixá-la momentaneamente sem fôlego. Ela viera a ele em busca de auxílio. O frio em seu íntimo pareceu derreter-se um pouquinho. Como se gostasse da ideia de que ela houvesse buscado sua ajuda. Nada bom. Nada bom mesmo.

Eu adoro romances históricos e fazia um tempo que não lia algum livro do gênero. Por isso, estava bem empolgada para ler este livro. Infelizmente, ele não foi tão bom assim.

Para começar, a história é muito confusa. O tempo inteiro pensei que estava lendo a continuação de algum outro livro, pois falavam de personagens e situações mas não se explicava nada. Porém, pelo que pesquisei o livro é único.

Segundo, detestei o mocinho! Frederick, duque de Falconwood e vulgo Freddy, é insuportável. Tão machista e controlador que chega a ser nojento.

Mas a mocinha... ah, essa sim fez o livro valer a pena. Minette Rideau é uma francesa que não está nem aí para os atos machistas de Freddy. Ela faz o que quiser e que se dane o que os outros pensam a respeito. Ou seja: adorei ela!

Tem também toda uma história de espionagem no livro que é bem interessante. Mas, de novo: parecia que eu estava lendo uma continuação e fiquei boiando na maior parte da história. Por isso, não consegui gostar tanto de Ousada Debutante como eu imaginava que iria.

Outras capas:


Nota:

Livro cedido para resenha pela Harlequin.
Related Posts with Thumbnails