26 de dezembro de 2016

The Art of Wishing

I would indeed get some sleep, but not until I found out what was going on. I'd spent the better part of eighteen years thinking magic just meant card tricks and Harry Potter books and questionable vampire movies - and here was what seemed very much like the real thing, right in front of me.

(Eu realmente iria dormir um pouco, mas não até descobrir o que estava acontecendo. Eu passara a maior parte dos dezoito anos pensando que magia apenas significava truques de cartas e livros do Harry Potter e filmes de vampiros questionáveis - e aqui estava algo muito parecido com a coisa real, bem na minha frente.)

Margo McKenna tinha um plano: pegar o papel principal na montagem do musical Sweeney Todd em sua escola. Ela era perfeita para ele e sabia disso. Porém, quem acaba recebendo o papel é Vicky, uma garota que mal sabe cantar.

Revoltada, ela vai até o banheiro, onde encontra um anel. Ao pressioná-lo, surge em sua frente Oliver, que parecia ser apenas um cara comum da escola... Mas que na verdade é um gênio, disposto a lhe conceder três desejos.

Mais um livro comprado pela capa (tão linda!) que não me decepcionou!

Eu dividi com Margo a raiva por alguém tão sem noção como Vicky ter conseguido o papel principal. Mas o pior é que eu não conseguia odiar Vicky, só ficava com raiva da situação mesmo. O Oliver foi um personagem que eu adorei. Ele era bem simpático e gostei bastante da história dele e de como ele se importava com a Margo.


Queria muito dar cinco estrelas a este livro, porém, achei o final e a história dos gênios meio confusa. Até reli uns pedaços mas para mim ficou com cara de plot hole (quando tem uma inconsistência na lógica estabelecida na história). Por isso, me decepcionei um pouco com o final.

The Art of Wishing ("a arte de desejar") é o primeiro de uma duologia, finalizada com The Fourth Wish ("o quarto desejo"). Infelizmente, ambos ainda não foram publicados no Brasil.

Outras capas:


Nota:

Related Posts with Thumbnails