28 de janeiro de 2017

A Garota do Calendário: Março

3º livro da série A Garota do Calendário. Esta resenha NÃO contém spoilers dos livros anteriores da série.

Resenhas anteriores:
1. Janeiro
2. Fevereiro

No exato instante em que meus pés tocaram o chão da área de desembarque no aeroporto de Las Vegas, fui esmagada entre duas formas: uma alta e magra, a outra pequena e firme. Minhas narinas foram invadidas pelo cheiro de chiclete de menta e cereja quando os dois corpos se enroscaram no meu, saltitando e gritando.

Depois de uma passada rápida em Las Vegas para rever sua amiga Gin e sua irmã Maddy, Mia parte para Chicago, onde vai trabalhar para o belo Anthony Fasano.

Pensa num homem perfeito: alto, musculoso, moreno, dono de um restaurante italiano (a melhor comida, na minha opinião). Anthony é a imagem de um deus e Mia fica intrigada por que motivo ele a teria contratado, já que ele poderia ter qualquer mulher que quisesse. Ele precisa que ela finja que os dois estão namorando, pois ninguém em sua família sabe que ele é gay e praticamente casado com seu melhor amigo.


Pensa em dois homens fofos!!! Anthony e Hector formam um casal lindo e, junto com Mia, um ótimo trio de amigos. Os três saem juntos e conversam muito. Mia tenta a todo custo lutar pelo amor dos dois.

Eu não havia gostado muito de Fevereiro, mas posso dizer que Março foi meu mês favorito até agora. A história não focou só em sexo, mas também falou de amor e preconceito. Fico até torcendo para que Anthony e Hector apareçam de novo em algum momento, pois adorei esse casal. Vamos ver o que Abril irá trazer!

Outras capas:


Nota:

Related Posts with Thumbnails