3 de janeiro de 2017

Star Wars: Estrelas Perdidas

Thane realmente não ligava se o imperador era bonzinho ou não. A vinda do Império era uma coisa boa porque trazia as naves junto. Tudo o que ele queria era ver as naves. E depois aprender a pilotá-las.
E, finalmente, voar para longe dali e nunca mais voltar.

Há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante... Ciena Ree e Thane Kyrell moravam no mesmo planeta de Jelucan, mas vinham de mundos diferentes. Os pais de Ciena só trabalhavam e ela se vestia praticamente de trapos, enquanto os pais de Thane vinham da segunda leva, vestindo suas roupas espalhafatosas e agindo arrogantemente em relação aos outros.

Mas as duas crianças tinham o mesmo sonho: voar com as naves do Império.

Eu sou fã de Star Wars desde que era criança. Nem lembro quando vi a primeira trilogia. Depois, adolescente, assisti os episódios I, II e III no cinema (que, vamos concordar, são bem dispensáveis). Ano passado foi a vez de voltar a esse universo com a volta dos filmes ao cinema - e, junto com ele, toda a febre de livros, camisetas, bonecos etc.

Apesar de adorar a saga, até comprar Estrelas Perdidas não havia lido nenhum livro dela. Acabei optando por esse por ser um romance e não me arrependi.


A história acaba sendo um "Romeu e Julieta" no universo de Star Wars, mas é muito bem contada e bem escrita. Eu adorei e odiei a Ciena, mas entendia as motivações dela. Já o Thane, me apaixonei por ele desde o início. Outros personagens famosos, como Luke, Leia e Darth Vader também dão as caras no livro (ele se passa durante a trilogia original), mas não são os protagonistas. Esta é a história de Ciena e Thane e seu amor impossível durante a guerra.

E, falando em guerra, eu nunca havia pensado tanto nela quando vi os filmes. Estrelas Perdidas traz um lado mais humano da história, mostrando quanta gente foi afetada pela guerra contra o Império. Também mostra um lado bom das pessoas que trabalhavam para o Império - afinal, elas não deixam de ser pessoas só por estarem do lado "do mal", a grande maioria ali não tinha como fugir disso.

Eu amei esse livro do início ao fim e fiquei com vontade de rever a trilogia original pela centésima vez. Quem gosta de Star Wars não pode deixar de ler.

Outras capas:


Nota:

Related Posts with Thumbnails