3 de fevereiro de 2017

Orleans

After the storm deaths came other casualties: deaths by debris, cuts, tetanus, or loss of blood (...). The list of no-longer-treatable diseases grew (...).
Then came the Fever.
And the Quarantine.

(Após as mortes causadas pela tempestade vieram outras vítimas: mortes por detritos, cortes, tétano, ou perda de sangue (...). A lista de doenças não mais tratáveis cresceu (...).
Então veio a Febre.
E a Quarentena.)

Vocês se lembram do furacão Katrina, que arrasou a cidade de Nova Orleans, nos Estados Unidos, em 2005? E se, depois dele, outros furacões passassem pela cidade, ano após ano, com força crescente?

Esse é o mundo de Orleans - que perdeu o "Nova" do nome após as tragédias. Devido a febre mortal que surgiu na cidade, ela foi isolada do resto do país. É lá que vive Fen de la Guerre, junto com sua tribo de O-Positivos. Quando a chefe da tribo, Lydia, morre e deixa sua bebê sob seus cuidados, Fen faz de tudo para sobreviver e garantir que a bebê tenha uma vida melhor.

Seu caminho se cruza com o de Daniel, um cientista de fora da cidade, que cruzou a fronteira em busca de uma cura para o vírus.

Eu adorei a história desse livro. No começo, estranhei um pouco a escrita, pois parte da história é narrada por Fen, que possui um inglês bem diferente do que estamos acostumados. Por isso, não indicaria o livro a iniciantes. Mas, depois que me acostumei, a leitura fluiu.

Imagem original: Hotel Monteleone

Três outras coisas também se destacam em Orleans.

A primeira - que também é um pequeno spoiler - é que esse é o primeiro young adult que leio que não tem romance. Sim!!! O foco é a sobrevivência, e convenhamos que ninguém tem tempo para se apaixonar quando o mundo está caindo aos pedaços.

A segunda é que a autora e a protagonista são negras. Eu acho isso lindo, porque vejo poucas protagonistas de livros negras. O mundo precisa de mais diversidade, gente! Além disso, a Fen é aquela menina-guerreira, que você torce por ela o livro inteiro. Nada de mocinha fresca. Eu adorei!

A última coisa boa é que é livro único. Finalmente algo que não é série/trilogia/quadrilogia etc.

Enfim, eu gostei bastante de Orleans e recomendo. Uma pena ainda não ter sido publicado no Brasil.

Nota:

8 comentários:

  1. Nossa, que legal a autora ter se inspirado em um evento real para construir a sua história. O livro parece ser bem realista por não ter o foco no romance. A gente gosta, aceita, mas a verdade é que é super sem noção rolar cenas picantes quando eles estão tentando sobreviver hahaha. E volume único, gente! Que milagre! Adorei, adicionei nos desejados já.


    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Essa parte do inglês complicado, é o complicado pra mim, haha Mas quem sabe ele chega por aqui. A história é bem interessante.

    www.cupidobrega.com.br
    Canal no YouTube

    ResponderExcluir
  3. Oi Sora! Gostei da ideia central da história, quem sabe logo mais alguma editora acabe apostando neste livro aqui. Eu iria adorar.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Oi Sora, tudo bom?
    Que. Premissa. INCRÍVEL. Não conhecia, mas já adicionei na minha estante e vou procurar com toda certeza. Vivo por apocalipses diferenciados <3
    Adorei a resenha.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  5. eu não creio que seja um livro muito a minha cara, mas agradeço pela dica... é ótimo encontrar enredos diferentes
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Sora! Representatividade é super importante, então o livro já ganhou pontos comigo! Curioso o fato de ser YA sem romance! Acabou me chamando bastante atenção!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oiii Sora

    Que pena que ó tem em Inglês!! Apesar de entende o idioma, não consigo ler um livro inteiro, eu canso e desisto rápido e se encontro com algumas palavras que não conheço ai eu desanimo total. Ainda assim tenho vontade de me arriscar novamente, quem sabe nas férias.
    Adorei a leitura, amo livros apocalipticos. Espero que publiquem em português

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  8. Aaaaahhh!!! Fiquei chorando aqui pelo livro não ter tradução no Brasil! A capa é linda e a história instigante e ainda tem protagonista negra \o/ Imperfeitos da Cecelia também me surpreendeu positivamente por isso! E sim, trilogias e séries longas estão se tornando cansativas para mim, tenho algumas que sigo porque já me cativaram, mas cada vez mais prefiro livro único ou espero a série ser concluída para começar!

    Jaci
    #DoQueEuLeio

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails