11 de março de 2017

Simplesmente o Paraíso

Era impressionante que Marcus não tivesse se sentido profundamente infeliz no Eton. Ele não sabia como interagir com os colegas. (...)
Marcus não sabia como agir. Não sabia o que dizer.
Mas Daniel Smythe-Smith sabia.

Marcus Holroyd teve uma infância difícil. A mãe morreu quando ele tinha quatro anos. De família rica, o pai não lhe dava carinho e preferia deixá-lo sob os cuidados de seus tutores. Até os doze anos de idade, o garoto não tinha amigos. Até conhecer Daniel Smythe-Smith.

Os dois logo se tornam amigos e, junto de Daniel, vem a irmãzinha Honoria. Os três passam vários verões brincando juntos. Daniel e Marcus continuam amigos na vida adulta, até que Daniel recebe uma ameaça de morte e precisa deixar o país. Ele deixa Marcus com a missão de ficar de olho em Honoria - agora com 21 anos, está bem longe da menininha de joelhos ralados de antigamente.

Quem já conhece os romances históricos da Julia Quinn não pode perder este livro, e quem ainda não conhece precisa conhecer. Assim como a série Os BridgertonsSimplesmente o Paraíso mantém o tom de romance com bastante humor. Tem várias situações e diálogos hilários.

Eu gostei bastante de Honoria e de Marcus. Os dois são inteligentes e de língua afiada. Diversão garantida! E, para quem acompanhou Os Bridgertons, saiba que vários personagens reaparecem aqui.


Simplesmente o Paraíso é o primeiro volume da série de livros Quarteto Smythe-Smith. A Editora Arqueiro lançou um box maravilhoso para quem já quer garantir os quatro livros. Eu adorei o primeiro volume e recomendo.

Outras capas:


Nota:

Livro cedido para resenha pela editora Arqueiro.
Related Posts with Thumbnails