18 de março de 2017

Trecho: Irmãos de Sangue


Aquilo pairava no ar, pesado como lã molhada sobre a clareira. Ele sentia seu ódio, presente na névoa que serpenteava pelo chão, no calor sufocante da noite. Com a tocha erguida, esperava a coisa se afastar na floresta, atravessando rios e contornando moitas onde pequenos animais se encolhiam temendo o cheiro que exalava.

Fumaça do inferno.

Ele enviara Ann e as vidas que ela carregava no útero para longe, para um local seguro. Ann não tinha chorado, lembrou enquanto borrifava as ervas que escolhera. Mas ele notou a tristeza no rosto dela, nos olhos escuros profundos que amara naquela vida e em todas as anteriores.

Três crianças nasceriam de Ann e seriam ensinadas por ela. E delas, quando chegasse a hora, viriam mais três. Seu poder seria delas, que chorariam pela primeira vez muito tempo depois de aquela noite terminar. Arriscara tudo que tinha para lhes deixar as ferramentas de que precisariam, as armas que empunhariam.

Seu legado para elas era de sangue, coração e visão.


Esse foi um trecho de Irmãos de Sangue, primeiro volume da trilogia A Sina do Sete, de Nora Roberts, e chegando ao Brasil pela Arqueiro. Leia o trecho completo no site da editora.

Eu já li o livro em inglês e gostei - leia a resenha aqui.
Related Posts with Thumbnails