24 de abril de 2017

Labirinto

"Mas a garota sabia", continuou Sarah, "que o Rei dos Duendes prenderia o bebê em seu castelo para todo o sempre, e o transformaria em um duende. E, ainda, ela sofreu em silêncio, por um mês inteirinho... até que, uma noite, cansada de um dia de escravidão nos serviços domésticos, e magoada além da conta pelas duras palavras de ingratidão da madrasta, ela não conseguiu aguentar mais."

Labirinto é um livro baseado no filme (de 1986) de mesmo nome. Apesar de eu não gostar de novelizações de filmes, como esse é um dos meus filmes preferidos de todos os tempos, quando vi esse lançamento eu precisei ter. E não me arrependi.

Para quem não assistiu esse clássico, segue a história. Sarah é uma garota de quinze anos e fica encarregada de cuidar de seu irmãozinho Toby, quando os pais saem à noite. Porém, o bebê não pára de chorar e ela está cansada de ser incompreendia pelo pai. A garota começa a declamar frases de seu livro preferido - Labirinto, no qual o Rei dos Duendes sequestra bebês indesejados. Porém, a magia se torna real! Toby desaparece e agora Sarah precisa salvá-lo. Mas, para isso, precisará entrar no labirinto.


Eu amei esse livro. Além da novelização ter sido fiel e bem escrita, ela ainda traz cenas que foram cortadas do filme original. Como já vi o filme várias vezes, enquanto lia fui repassando as cenas na minha mente. O resultado? Já quero ver o filme de novo.

A edição da Darkside Books está maravilhosa. A capa dura, com letras douradas, imita o livro que Sarah tem no filme. Ainda há ilustrações e fita marcadora de página. No final do livro, há ainda trechos digitalizados do diário de criação de Jim Henson, "pai" do filme. Para ficar ainda melhor, só faltaram fotos coloridas do filme.

Quem é fã de Labirinto não pode deixar de ter este livro na estante. Eu adorei e recomendo.

Outras capas:


Nota:

Related Posts with Thumbnails