15 de junho de 2017

Divergent

We walk together to the kitchen. On these mornings when my brother makes breakfast, and my father's hand skims my hair as he reads the newspaper, and my mother hums as she clears the table - it is on these mornings that I feel guiltiest for wanting to leave them.

(Caminhamos juntos para a cozinha. Nessas manhãs, quando meu irmão faz café da manhã, e a mão do meu pai esfrega meu cabelo enquanto ele lê o jornal, e minha mãe cantarola enquanto ela limpa a mesa - é nessas manhãs que eu me sinto mais culpada por querer deixá-los.)

No mundo de Beatrice Prior, as pessoas se dividem em facções, cada uma focada em uma virtude particular: Abnegation, Erudite, Dauntless, Amity e Candor (em português, a tradução foi: Abnegação, Erudição, Audácia, Amizade e Franqueza). Ao fazer dezesseis anos, todos devem escolher a sua facção; caso contrário, se tornam membros separados da sociedade, sem ter para onde ir.

Beatrice nasceu em Abnegation e cumpre o teste de aptidão, porém o que ele revela ela não poderá dividir com ninguém. Seu resultado é Divergente, ou seja, poderia pertencer a mais de uma facção. Porém, no dia de sua escolha, ela decide deixar sua família para fazer parte de Dauntless.

Lá, ela logo escolhe um novo nome, para deixar seu passado de vez para trás: Tris. Ela vai precisar passar pelos testes e treinamento dos Dauntless se quiser se tornar um deles.


Eu já havia assistido o filme baseado neste livro, mas agora comprei o box para ler toda a trilogia - meu box é em inglês, por isso estou mantendo os nomes em inglês na resenha, mas todos os livros já foram publicados no Brasil.

Eu adorei a Tris! Achei a personagem muito corajosa, por conseguir dizer adeus à sua família e ir para um mundo tão diferente. Quando o treinamento começa, ela já mostra que quer fazer aquilo dar certo e fazer parte dos Dauntless.

Como assisti o filme primeiro, enquanto lia ia imaginando os mesmos atores do filme como os personagens do livro. Já faz algum tempo que assisti mas o filme é bem fiel ao livro, praticamente todas as cenas do livro estão lá e eu ia repassando-as na minha cabeça.

Achei que não ia gostar tanto do livro porque já conhecia a história, mas eu amei Divergent. O livro tem bastante ação e uma protagonista forte, que representa bem uma mistura de virtudes entre as facções. Gostei tanto que já estou lendo a continuação. Para quem gosta de distopias, recomendo.

Outras capas:


Nota:
Related Posts with Thumbnails