24 de agosto de 2017

A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken

Quando leio um livro de que gosto, parece que o que estou lendo faz meus pensamentos saírem voando do livro. De certa forma, o livro não é feito apenas pelas palavras ou pelas figuras que estão no papel, mas também por tudo o que invento quando leio.

Os primos Nils e Berit decidem se corresponder de uma forma diferente. Eles pretendem escrever as cartas em um caderno, que será enviado de um lado para o outro, formando assim um livro de cartas. Porém, algo inusitado acontece quando Nils vai comprar o caderno. Uma mulher estranha, chamada Bibbi Bokken, se oferece para pagar uma parte. A partir daí, Nils e Berit decidem bancar os detetives. Quem seria a mulher misteriosa, e o que ela teria a ver com os livros?

A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken é um livro curtinho (179 páginas nesta nova edição de Seguinte) e principalmente direcionado a crianças e adolescentes, mas acho que qualquer um que goste de livros irá se entreter com esta história.

A linguagem dele é bem gostosa de ler. Metade do livro é narrado através das cartas, e a outra metade em primeira pessoa por Nils e Berit. Essa segunda parte ficou um pouco confusa para identificar os narradores, mas nada que atrapalhasse muito a leitura.

O livro é uma celebração ao livros e às biblioteca, explicando também algumas coisas sobre as origens deles. Também tem uma certa metalinguagem já conhecida pelos leitores de Jostein Gaarder (autor de O Mundo de Sofia, que li na adolescência). Adorei e recomendo.

Outras capas:


Nota:

Related Posts with Thumbnails