18 de setembro de 2017

A Garota das Laranjas

Meu pai morreu há onze anos. Na época, eu nem havia completado quatro. Não esperava voltar a ter notícia dele, no entanto agora nós estamos escrevendo um livro juntos.

O adolescente Georg encontra uma carta que estava escondida há onze anos. Ela foi escrita pelo seu pai, que morreu quando ele tinha apenas quatro.

O livro mistura a narrativa de Georg, em primeira pessoa, com a carta. Essa carta é, basicamente, uma declaração de amor. O pai conta como conheceu a garota das laranjas, uma menina que lhe intrigou por anos. Lendo a carta, Georg começa a questionar coisas sobre sua própria vida que nunca havia pensado.

Eu adoro os livros do norueguês Jostein Gaarder - recentemente publiquei aqui no blog a resenha do livro A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokken. Porém, não achei A Garota das Laranjas tão mágico e interessante quanto os outros que li.

A carta do pai de Georg é enrolada e cansativa, pois dá voltas e voltas em torno do mesmo assunto. Eu não aguentava mais ouvir falar da garota das laranjas. E, quando ela finalmente reapareceu, fez algo que só me deixou com raiva dela.

No final, o livro todo é uma história de amor - de um homem por uma mulher e pelo filho. É uma história bonitinha e de escrita fácil, mas que não conseguiu me prender.

Outras capas:


Nota:

10 comentários:

  1. Oi Sora, nunca tinha lido resenha desse livro que pena que não foi tão proveitoso...
    Beijos!

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Sora,

    Nunca li livro mas parece ter uma pegada interessante.
    Dica Anotada.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  3. Olá Sora,

    Nunca tinha ouvido desse livro e infelizmente a história dele não me chamou muita atenção. Só fiquei curiosa com o que essa garota fez ^^

    Abraços
    http://www.auniversitaria.com

    ResponderExcluir
  4. Eu ri com você ficando com raiva da garota das laranjas no final das contas hahahaha pelo início da resenha deu pra imaginar que seria uma história de amor, o pai contando sobre como se apaixonou pela mãe dele, mas é uma pena que a carta tenha sido extensa e cheia de enrolação, de forma que não comove muito o leitor :( a autora tinha um história com potencial em mãos, só faltou conduzi-la melhor

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Sora dá pra ver que você ficou dividida entre os sentimentos que a leitura provocou, mas confesso que me deu uma certa curiosidade
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Sora.
    Eu pensei que a leitura tivesse sido boa. Gostei do título e da capa.
    É uma pena quando a gente fica com raiva de um personagem. Dificilmente mudamos de ideia no decorrer da leitura.
    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Sora! Achei a capa bonitinha e no início da sua resenha pensei que havia gostado do livro. Que pena que não foi muito bom! A história parece ser bem fofinha, mesmo falando toda hora na garota das laranjas rsrsrs

    Beijos

    Vivian
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
  8. Oi Sora! Este é um autor que preciso conhecer, nunca li nada dele e sempre vejo seus livros serem bem comentados. Que pena que este não te impressionou tanto. Bjos!!!

    ResponderExcluir
  9. I love that idea. Great post! I like you to share your experience Visit: Urology Care India | Medical Value Travel India| Medical Value Travel India

    ResponderExcluir
  10. Oi, Sora, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, mas achei a proposta dele bem bacana. Já fiquei aqui imaginando uma história hahahha Pena que o desenrolar da história não tenha sido assim tão positivo :(
    Beijooooos
    http://www.profissaoescritor.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails