16 de outubro de 2017

The Color of Magic

In a distant and secondhand set of dimensions, in an astral plane that was never meant to fly, the curling starmists waver and part...
(Em um conjunto de dimensões distantes e de segunda mão, em um plano astral que nunca tinha a intenção de voar, as poeiras cósmicas onduladas vacilam e partem...)

Depois de Direitos Iguais, Rituais Iguais, eu queria mergulhar de vez no mundo de Discworld. Mas sabia que teria que ir devagar, já que a série de Terry Pratchett possui 41 livros e tem uma ordem esquisita para ler (procurem no Google por "Discworld reading order" que vocês vão entender). Resolvi começar pelo começo e comprei o primeiro livro da série em e-book, desta vez em inglês, pelas razões que citei na resenha de Direitos Iguais, Rituais Iguais.

(Curiosidade: o e-book americano estava pela metade do preço do original, britânico, na Amazon. Vai entender.)

The Color of Magic não é um livro de leitura fácil. Isso porque tem vários sub-enredos acontecendo e muitos personagens aparecendo ao mesmo tempo, o que o torna um pouco confuso. Toda vez que eu voltava à leitura precisava reler as últimas linhas para lembrar onde havia parado.

Os personagens principais são os magos Rincewind e Twoflower - cuja melhor definição é a seguinte:

Twoflower was a tourist, the first ever seen on the Discworld. 
Tourist, Rincewind had decided, meant "idiot".
(Twoflower era um turista, o primeiro já visto no Discworld. Turista, Rincewind decidiu, significava "idiota".)

Há diversos momentos engraçados, outros tensos, mas a maioria sarcásticos. Meu personagem preferido, que eu queria para mim, foi Luggage - uma mala com pernas na qual cabe qualquer coisa e que segue fielmente seu dono.

O livro terminou no meio da ação e eu fiquei bem curiosa para saber o que vai acontecer com Rincewind e Twoflower. O próximo livro dos magos é The Light Fantastic, que logo pretendo adquirir também.

Outras capas:


Nota:

8 comentários:

  1. Oi Sora,
    Do autor só li Belas Maldições e achei bom. Os britânicos tem um humor muito característico e o livro me fez gargalhar diversas vezes. Só que não achei a estória tão marcante assim, apesar da premissa super original.
    Quero ler outros livros do autor, mas não me aventuro numa série com tantos volumes rsrs.
    Abraço,
    Alê
    Alem da Contracapa

    Não deixe de participar da Promoção de Aniversário do blog, serão 23 prêmios para 12 vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Não conheço mas parece ser uma leitura bem confusa!

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia, mas parece ser interessante pra quem gosta desse gênero. Uma pena que não faz meu estilo :(

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  4. Olá Sora! Tudo bem?
    Não conhecia, mas acho que eu ia gostar! Mas fico com uma raiva quando o livro acaba no meio da ação! haha fico desesperada para ler o próximo!
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Sora! Esta série é enorme, pena não termos os livros aqui. Eu gostei dos que li e lembro que dei boas risadas com as peculiaridades dos personagens.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oi Sora,

    Uma pena ainda não ter por aqui, não li nada do autor até agora.
    Bjs, boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  7. uma trama bem intrigante, né? parece legal
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Sora,
    Td bem?
    Quanto tempo não passo por aqui né? rsrsrs
    Eu achei ele bem confuso e como não tenho tanto conhecimento no inglês creio que no momento não é uma boa leitura pra mim.
    Vc está empolgada né? Pq ele tem 41 livros \O/
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails