22 de fevereiro de 2018

A Taxonomy of Love

Two important things happened the summer I turned thirteen.
Hope moved in next door.
Mrs. Laver assigned a summer project on taxonomy.

Duas coisas importantes aconteceram no verão em que fiz 13 anos.
Hope se mudou para a porta ao lado.
A Sra. Laver atribuiu um projeto de verão sobre taxonomia.

Spencer e Hope se conhecem aos treze anos, quando ela se muda para a casa do lado com sua família. Logo se tornam amigos, apesar de ele ter receio de sair da sombra de seu irmão, devido à Síndrome de Tourette (transtorno neuropsiquiátrico hereditário que se manifesta durante a infância, caracterizado por diversos tiques físicos e pelo menos um tique vocal - Wikipedia). Porém, Hope não liga para isso. Ela vê Spencer como ele realmente é, não pela síndrome. A Taxonomy of Love é narrado por Spencer e acompanha o personagem dos 13 aos 19 anos.

Acho que esse foi o primeiro livro que leio cujo protagonista/narrador tem Tourette. Já havia ouvido falar nessa síndrome, porém procurei saber mais por causa do livro. Gostei bastante de Spencer e ele deixou bem claro como ela afetava sua vida.


Ouvi o audiobook através do Audible e acho que isso me influenciou a não gostar da Hope, pois a narradora dela tinha uma voz estridente e irritante (até doía meus ouvidos quando ela gritava "Squeee"). Aliás, outra coisa que não gostei foram os capítulos narrados por Hope - eles surgiram e depois sumiram. Foram emocionantes, mas ficaram muito perdidos no meio da história. Se o livro fosse todo em capítulos alternados, teriam feito mais sentido.

A Taxonomy of Love é um livro bonitinho, mas com uma história previsível, que seria esquecível se não fosse pela síndrome do narrador e pelas taxonomias que ele cria. É divertido, mas não se deve esperar muita coisa.

Nota:

Related Posts with Thumbnails