1 de dezembro de 2016

5 de 5ª: Lugares no Brasil que quero conhecer

A gente não vive só de experiências literárias, né? Eu também adoro viajar e conhecer lugares novos. Neste post, divido com vocês 5 lugares no Brasil que eu quero conhecer!


Olha para a cor dessa água!!! Considerado por muitos o "Caribe brasileiro", Maragogi parece ser um lugar maravilhoso!


Cataratas do Iguaçu fica na divisa entre Paraná e a Argentina e parece ser lindo, o tipo de lugar que só vendo ao vivo para a gente acreditar que existe.


Gramado tem um charme de cidadezinha europeia, além de ser famosa pelas baixas temperaturas e seus chocolates. Parece perfeito para descansar!


O nome já diz tudo: Bonito. Lugar famoso pela sua beleza, com grutas e piscinas naturais de água transparente.


E não podia faltar a Cidade Maravilhosa, Rio de Janeiro, que além de praias tem muitas opções culturais, como museus e teatros.

Vocês já foram para algum desses lugares? Como foi a experiência?

Créditos das imagens: 1 - 2 - 3 - 4 - 5

30 de novembro de 2016

Quero ver no Brasil: We Are Still Tornadoes

Crescendo na mesma rua, um na frente do outro, Scott e Cath foram melhores amigos durante toda a sua vida. Cath ia ajudar Scott com sua lição de casa de inglês, ele fazia suas fitas cassetes (é a década de 80, afinal), e qualquer briga que tivessem seria esquecida por TV e biscoitos. Mas agora eles se formaram do colegial e Cath está indo para a faculdade, enquanto Scott está em casa perseguindo seus sonhos musicais.

Durante o primeiro ano de separação, as cartas de Scott e Cath ajudam-nos a entender a mágoa, os companheiros de quarto irritantes, o drama familiar e a pressão para descobrir o que fazer com o resto de suas vidas. E através de tudo isso, eles percebem que a única pessoa para quem querem se voltar é um ao outro. Mas isso significa que eles devem ser mais do que amigos? A única coisa que está clara é que a mudança é uma parte inescapável do crescimento. E os amigos que nos ajudam a navegar compartilham um vínculo inabalável.

(Sinopse traduzida por mim do Goodreads)

Eu adoro livros com cartas! Só por isso já gostaria de ler esse livro. Parece ser romântico, interessante... Tudo nele me faz querer ler. Fico na expectativa para que We Are Still Tornadoes (nós ainda somos tornados) seja publicado aqui no Brasil.

28 de novembro de 2016

Stolen

Continuação de Frozen e 2º livro da trilogia Heart of Dread.
Atenção! Esta resenha contém spoilers do livro anterior da série!

Fire in her throat. Fire in her lungs and chest. Nat breathed and the drakon breathed. She exhaled and the drakon exhaled. The drakon roared its fury and the flame was everywhere, a blaze as bright as the noonday sun.

(Fogo em sua garganta. Fogo em seus pulmões e peito. Nat respirou e o drakon respirou. Ela exalou e o drakon exalou. O drakon rugiu sua fúria e a chama estava em toda parte, uma chama tão brilhante quanto o sol do meio-dia.)

Após os eventos do primeiro livro, Nat agora é Anastasia Dekesthalias, a ressurreição da chama, responsável por proteger o Blue junto com seu drakon. Porém, ela ouve um pedido de ajuda de uma amiga, fazendo com que tenha que deixar o lugar pelo qual tanto lutou...

Enquanto isso, Wes está trabalhando como piloto em corridas de carros. Quando recebe uma pista de onde pode estar sua irmã, Eliza, que foi sequestrada quando bebê, ele larga tudo para ir atrás dela. Em breve, os caminhos de Wes e Nat irão se cruzar novamente...


Não gostei de Stolen tanto quanto o livro anterior, mas ainda gostei bastante. A narrativa continua interessante e cheia de ação; porém, o que não gostei foi o clima de "vai-não-vai" entre Nat e Wes. Houve uma tentativa de triângulo amoroso - que só existiu na cabeça de Wes - e isso me irritou bastante. Depois de tanto tempo sem se ver, eu só queria que os dois se beijassem logo, mas eles ficavam se escondendo e fazendo joguinhos.

O final do livro foi surpreendente e aconteceu tanta coisa que fica difícil imaginar como a história vai continuar. Então estou ansiosa para comprar logo o próximo livro, Golden.

Não sei se Stolen já foi publicado no Brasil, mas o primeiro livro da trilogia Heart of Dread foi, pela Editora Bertrand. Então, se ainda não foi publicado, é capaz que logo ele apareça por aqui. Para quem gostou do livro anterior, recomendo.

Outras capas:


Nota:

27 de novembro de 2016

Divulgando: Cela sem portas

Quem aí gosta de livros policiais? \o
Hoje estou passando aqui para divulgar uma novidade nesse gênero. É o lançamento nacional Cela sem portas, de Marcel Trigueiro. Conheçam a sinopse abaixo!

Portador de uma forma rara de esclerose, Miguel consegue mover apenas os olhos, pálpebras e parte da mão direita, o que lhe permite ter um mínimo de independência para portar-se normalmente no mundo cibernético e sair-se relativamente bem na escola. Como ontem foi dia dos professores, Miguel redigiu e sua mãe transcreveu de próprio punho uma pequena carta que pretendem entregar à professora preferida dele, numa singela homenagem, assim que ela chegar para dar aula.

Nessa mesma manhã excepcionalmente quente de primavera, pouco mais de quinze pessoas são feitas reféns por dois homens armados dentro de um ônibus próximo à Lagoa Rodrigo de Freitas. Tirar as vítimas das garras daqueles sequestradores deveria ser competência exclusiva das forças policiais cariocas. Entretanto, depois que a Polícia Civil começa a agir e a imprensa monta seu aparato para que todo o país fique ciente do que está acontecendo, uma fatalidade faz com que o agente federal de Inteligência Matheus Erming entre na operação. A partir daí, a situação vai ficando cada vez mais desesperadora para todos os que acompanham o sequestro.

Para Miguel e sua mãe, que assistem a tudo na escola, o desespero e a sensação de impotência são amplificados quando se deparam com uma dura realidade e uma possibilidade talvez não tão remota. A realidade: a professora não chegará a tempo para a aula. A possibilidade: que aquela carta jamais seja lida.

O e-book está disponível na Amazon. Adicione também ao seu Skoob aqui.

25 de novembro de 2016

Trecho: O Bebê de Bridget Jones

SÁBADO, 7 DE OUTUBRO

4824 calorias (mas estou grávida, então o mundo culinário é meu porto seguro. Embora deva manter distância dos frutos do mar, claro, que são tóxicos para o bebê), 3 torradas (fonte de potássio — ou seria de fibras?), 200 g de queijo (proteína), 3 talos de brócolis (alimento versátil, mas vomitei tudo depois, porque o bebê odeia brócolis), 3 batatas recheadas (o bebê adora, e os fetos têm um conhecimento instintivo daquilo de que precisam).

16h. Acabei de voltar das compras para o bebê. Comprei um macacão pêssego lindo e uma bandana florida na ILoveGorgeous e coloquei na cama com cuidado, como se fosse uma bebezinha. Até pensei em comprar uma boneca para vestir e já ir treinando, mas seria bizarro demais, não? Estou animadíssima, mas ao mesmo tempo me sentindo preguiçosa, sonolenta e distraída, como se estivesse chapada. Ainda não posso contar para ninguém no trabalho. Nem para minha mãe. E preciso pensar na questão do pai. Sem dúvida alguma.

Mas antes vou aproveitar para curtir e desfrutar o momento. Vou ter um bebê!

***

Esse foi um trecho de O Bebê de Bridget Jones, lançamento da Editora Paralela. Eu ainda não li os livros da série, porém vi os dois primeiros filmes e gostei. Vocês acompanham a série?

Related Posts with Thumbnails