31 de maio de 2011

Blue Bloods: O Baile de Máscaras

2º volume da série Blue Bloods. Para ler a resenha do livro anterior, clique aqui.

ATENÇÃO! Esta resenha pode conter spoilers do livro anterior da série!

A história começa exatamente onde o 1º livro termina.

Schuyler e Oliver estão em Veneza, em busca de Lawrence, o avô de Schuyler que pode ajudá-los a encontrar o Silver Blood que está assassinando outros Blue Bloods. Enquanto isso, nos Estados Unidos, Mimi Force planeja a festa pós-Baile dos Quatrocentos - o baile anual da sociedade de vampiros Blue Bloods. Ela decide que será um baile de máscaras, daí o título do livro.


Eu havia gostado bastante do primeiro livro e gostei igualmente deste!

Enquanto o primeiro volume tinha um suspense maior, neste acompanhamos mais o desenvolvimento de Schuyler como vampira, assim como sua paixão dividida entre Jack Force e Oliver Hazard-Perry. O suspense continua, afinal ainda não sabemos quem está abrigando um Silver Blood. Ocorre a chegada de um novo personagem à série, que traz ainda mais mistérios.

Felizmente, o que mais me irritou no primeiro, que eram as excessivas referências a grifes, ocorre menos neste livro. Talvez isso aconteça devido ao crescimento dos personagens. Se no começo da série eles eram um bando de adolescentes fúteis, só preocupados com a balada do momento, com os recentes acontecimentos foram obrigados a crescer e agora tem que lidar com mortes, entre outros problemas. Assim, Melissa de la Cruz nos mostra que não é fácil ser um vampiro em Manhattan.

Espero que a Editora iD publique logo o próximo volume, pois estou gostando bastante da série e quero continuar acompanhando.

Outras capas:


Related Posts with Thumbnails