30 de julho de 2011

A Herdeira

O local: Brasil. O ano: 1864. Época da Guerra do Paraguai.

Maria Luísa Natalie Callaghan Queirós de Castilho realizou seu sonho de fazer o curso de enfermagem na Corte, contra os desejos de seus pais. Como o que ela mais queria era cuidar dos doentes nos hospitais - e também ficar próxima ao seu amado, o Major Martim Afonso de Almeida - ela foi trabalhar na Santa Casa, para cuidar dos soldados feridos na guerra.

Entretanto, o destino não sorri para os amantes e eles são separados. O Major vai para a guerra, sem expectativa de retorno. Maria Luísa promete esperá-lo, enquanto o Duque, que seria o marido perfeito para os seus pais, a corteja, e ela o ignora. Até que ela recebe uma carta dizendo que o Major foi morto na guerra...

A Herdeira ainda não foi publicado. Eu o recebi devido ao book tour do manuscrito, que a autora, Mariana Ribeiro, promoveu. Não sabia muito bem do que esperar da história, pois já conhecia a Mariana do blog dela, mas escrever um livro é algo completamente diferente de escrever em um blog.

Porém, ela foi bem sucedida, pois amei A Herdeira! Comecei a ler no dia que chegou e só consegui largá-lo quando terminei. A narrativa da Mari é super dinâmica, me fez ler sem perceber as horas que iam passando. Fiquei a história inteira torcendo pela Maria Luísa - é impossível não simpatizar com ela - e torcendo contra o Duque.

Outro ponto importante são os detalhes históricos, riquíssimos. Não sei dizer a veracidade dos fatos pois não lembro nada do que aprendi na escola, mas dá para perceber que a autora pesquisou bastante para escrever o livro. Além de divertimento, o livro é uma verdadeira aula de História.

A única coisa que senti falta foi saber mais de como Maria Luísa e o Major se conheceram e se apaixonaram. De resto, só posso dizer que estou torcendo pela publicação do livro! Ele ainda nem foi publicado e eu já estou ansiosa pela continuação.

Saiba mais sobre o book tour no blog da Mari
Related Posts with Thumbnails