26 de junho de 2012

Travessia

Continuação de Destino. Leia a resenha dele aqui.
Atenção! Esta resenha pode conter spoilers do livro anterior da série!

A terra faz parte de mim. A água quente da pia escorre pelas minhas mãos e elas ficam vermelhas, o que me faz pensar em Ky. Minhas mãos agora estão um pouco parecidas com as dele.
É claro que quase tudo me faz pensar em Ky.
(página 16)

Cassia parte para as Províncias Exteriores atrás de seu querido Ky, indo contra os desejos da Sociedade. Mas será que ela irá encontrá-lo? E Xander, como fica nessa história?

Eu comecei a ler Travessia esperando que houvesse um pequeno resumo de Destino nos primeiros capítulos. Eu li o primeiro livro em Março/2011, então não lembrava mais como ele terminou. Porém, não há um resumo aqui, então tive que pegar meu Destino e reler os capítulos finais. Só então, consegui começar a ler este livro.

Assim que comecei a leitura, já encontrei alguns problemas. Os capítulos tem narradores alternados: um capítulo é narrado por Ky, outro por Cassia, depois Ky de novo e assim por diante. Isso foi o que menos gostei no livro. A autora não conseguiu construir dois narradores diferentes, parecia que era sempre a mesma pessoa contando a história. Várias vezes eu esquecia de ler o nome no início do capítulo e acabava me confundindo. Mudar o narrador é algo complicado, é preciso diferenciar bem um do outro (afinal, ninguém pensa igual), mas Ally Condie não conseguiu fazê-lo.

Mapa incluso no livro

A história, também, me pareceu furada em alguns momentos. Um exemplo: Cassia e outros personagens entram numa caverna, que supostamente guarda algo super importante para a Sociedade. Me pergunto como que a Sociedade - que domina a tudo e a todos - guarda algo tão importante numa caverna que não é guardada por ninguém e na qual qualquer um consegue entrar.

No final, acabei gostando mais dos personagens secundários, que apareceram neste livro, do que de Cassia e Ky. Indie, Eli e Vick foram, para mim, os personagens mais marcantes.

Enfim, eu amei Destino. Mas Travessia me decepcionou. A história é boa, mas não gostei do modo como ela foi contada. Só resta esperar que o terceiro (e último?) livro da trilogia seja melhor e consiga recuperar o fôlego do primeiro livro.

A capa original é igual à nossa, então termino com a capa americana do próximo livro, Reached:


Nota:

Onde comprar: Submarino (em promoção)
Related Posts with Thumbnails