17 de julho de 2012

Gregor e a Profecia de Sangue

Gregor encarou o espelho do banheiro por um minuto, se preparando. Então, lentamente desenrolou o pergaminho e segurou o lado escrito diante do espelho. No reflexo ele leu a primeira estrofe do poema cujo título era "A Profecia de Sangue".
(página 9)

3º volume da série Gregor. Leia as resenhas dos outros livros da série:

1. Gregor - O Guerreiro da Superfície
2. Gregor e a Segunda Profecia

Esta resenha NÃO contém spoilers dos livros anteriores da série!

Mais um profecia aparece, os habitantes do Subterrâneo estão morrendo de uma estranha peste, e Gregor e Boots acabam voltando para o Subterrâneo. Mas, desta vez, a mãe deles os acompanha...

Quem já leu os outros dois livros da série, já sabe o que esperar deste. O "básico" da história é o mesmo: Gregor e Boots vão para o Subterrâneo, há uma profecia a ser desvendada, eles partem numa longa jornada e descobrem o significado da profecia no final. Por isso, eu achei que nem ia curtir esse livro, pois achei que ia ser um repeteco dos anteriores.

 Fanart da série (fonte)

Mas, apesar do esquema ser o mesmo, a história acabou me surpreendendo bastante e me diverti muito com o livro! Há personagens novos, que me encantaram. Aliás, essa é a parte que mais gosto nos livros da série. Os personagens são tão legais (Gregor, Boots, Ripred, entre outros) que não dá vontade de deixá-los quando o livro acaba.

O final foi bem diferente do que eu esperava. Falando em final, a última linha do livro me deixou morrendo de vontade de pegar o próximo livro para saber o que vai acontecer. Infelizmente, ele ainda não foi publicado no Brasil, mas a Galera Record pretende lançá-lo em agosto, na Bienal de São Paulo.

Enfim, eu gostei bastante do livro. Se você quiser passar algum tempo no Subterrâneo, não deixe de ler Gregor e a Profecia de Sangue!

Outras capas:


Nota:

Onde comprar: Submarino
Related Posts with Thumbnails