9 de maio de 2013

Dez Bons Conselhos de Meu Pai

Dizem que conselho não se dá, mas sim se vende. Porém, os melhores conselhos que tive na vida não foram pagos, fossem de um consultor, fossem por meio de cursos. (...) Vieram das pessoas que mais amei e amo na vida.

Dez bons conselhos de meu pai que me ajudaram muito a prosperar é uma mistura de biografia e auto-ajuda. O autor, Gustavo Cerbasi, é conhecido no meio de auto-ajuda financeira - ele escreveu, por exemplo, Casais inteligentes enriquecem juntos. Neste livro, ele dá dicas tanto relacionadas a dinheiro, quanto ao equilíbrio pessoal.

Cada capítulo conta um pouco da vida dele e dá um conselho. Eu peguei este livro para ler um capítulo por dia porque, sinceramente, não conseguiria ler de uma só vez. Não é um assunto que me interessa, mas queria ler o livro devido à fama do autor. Porém, os capítulos são entediantes, dava até vontade de pular a parte biográfica só para chegar logo no conselho.

Outra coisa que me irritou foi que senti que, se o pai dele não tivesse dinheiro, ele não teria chegado a lugar algum. Em um capítulo ele cita que deixa de fazer um estágio porque o pai vai pagar um curso de inglês no Canadá. Isso é privilégio de pouquíssimas pessoas. Assim é fácil falar que tem que ir atrás dos seus sonhos...

 O autor Gustavo Cerbasi (fonte)

O livro tem pontos positivos sim, por exemplo, o conselho de pesquisar antes de comprar e não se deixar levar pelo impulso, é algo muito válido e que sempre me guia quando vou comprar alguma coisa. Também achei interessante o conselho de que se deve aproveitar a vida. Apesar de parecer óbvio, vejo muita gente por aí que dá mais valor a um jogo no celular, do que conversar com a pessoa que está na sua frente.

Enfim, eu achei o livro cansativo e entediante, mas os conselhos são válidos e interessantes. Se você também se cansar da biografia, vá direto para eles.

Nota:

Onde comprar: Submarino
Related Posts with Thumbnails