20 de novembro de 2014

Caminhos da Sedução

Evan Tremayne não se incomodava com aquele jantar ou com a conversação sobre negócios que se seguira. O que o perturbava era o modo como Anna o observava.

Anna Cochran sempre foi apaixonada por Evan Tremayne, perseguindo-o aonde quer que ele fosse. Mas ele faz de tudo para resistir à garota! Afinal, ela só tem 19 anos, ele tem 34... E o lembra de uma tragédia que ocorreu em seu passado. Será que Anna conseguirá conquistá-lo?

Eu estava ansiosa para ler este livro pois a Diana Palmer e sua série com os cowboys do Texas são super famosos e queridos pelas leitoras. E realmente foi uma boa leitura, mas com alguns "poréns".

Evan, claro, é o ponto positivo da trama! Um texano bonitão, ciumento e que faz de tudo para proteger Anna. E é também tão cabeça-dura... Fica escondendo seus sentimentos por Anna, quando na verdade só quer ficar com ela. E Anna, ao contrário do que ele pensa, não é nada inocente, mas também só quer ficar com Evan (o amor é mesmo lindo).


A única coisa que me irritou no livro foi que toda hora falava sobre os seios de Anna e como Evan os observava. Não estou brincando, alguém deveria contar quantas vezes as palavras "seios fartos" aparecem nas 252 páginas do livro. Eu não aguentava mais ler sobre os seios da garota. Ficou cansativo.

Apesar disso, foi uma boa introdução ao mundo dos cowboys de Diana Palmer. Este é o 8º livro da série Long, Tall Texans e fiquei com vontade de ler os outros da série, pois vários personagens aparecem em Caminhos da Sedução e gostaria de conhecer suas histórias.

Curiosidade: o livro também foi lançado como mangá pela Harlequin Comics (infelizmente não tem versão no Brasil).

Outras capas:

Nota:

Onde comprar: Harlequin

Livro cedido para resenha pela editora Harlequin.

Créditos das imagens: capa - Harlequin, outras capas - Goodreads, mangá - Overdrive.

10 comentários:

  1. Sora,

    Essa fixação por alguns pontos na narrativa também costumam me incomodar, chega uma hora que a gente lê e pensa "Tá bom, já entendi!", acho que um pouco de tato na narrativa faz muito bem. Sem querer repetir minha cantilena sobre curiosidades com romances de banca, fiquei ainda mais curioso agora, com um em formato mangá!, pena que não apareceu por aqui ;)

    Dois abraços!

    ResponderExcluir
  2. oi sora, eu li um livro do irmão do Evan, o C.C. e não gostei e os enredos dos dois livros são meio que parecidos!
    corri
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amiga eu nunca ouvi falar desse livro, mas eu sinceramente gostei bastante da sua resenha, porque a história parece ser de um gênero que eu irei gostar bastante. Só achei engraçado vc falar da repetição dos seios fartos hahahaha...Realmente acontece mesmo quando não é bem revisado o livro, porque fica uma coisa muito cansativa. Mas mesmo assim acho que o pegarei para ler assim que puder, porque sério, amei a sua resenha e a sinopse me chamou muita atenção. =]

    Parabéns amiga
    Se cuida

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. nunca li nada da autora, mas tenho vários livros dela na minha lista de desejados.
    sempre ouvi falar muito bem da escrita dela, e isso me fez pensar se essas repetições foi da autora mesmo ou da tradução...
    não sabia da versão HQ :O que demais!!!!

    ResponderExcluir
  5. Gosto bastante dos livros da autora.Mas esse ainda não li.

    Apesar dos "seios fartos" de Anna,fiquei com vontade de ler. rs

    ResponderExcluir
  6. kkkk, Evan safado só comentando a todo momento seios e seios. Adoro mangás e fiquei bem curiosa sobre os lançamentos na forma. Pela capa parece ser mais pro tipo história de love cowboy '-', mas achei bem legal, talvez mais pra frente eu leia.
    Beijos Sora, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  7. Sora, um cowboy é tentador... Mesmo que ele fale muito de peitos! kkkk
    Os livros dessa série são todos independentes ou um se mistura com o outro de alguma forma?
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  8. Sora, quando você falou que o homem só falava em seios lembre do livro "Meu" da Katy Evans, onde neste caso a garota só falava o quando o cara ela o "meu" dela, também acho que deveriam contar quantas vezes meu foi dito deste livro kkkkk

    Não gosto destas repetições, cansam a gente. Mais eu gostei da resenha e do livro. Estou super curiosa para conhecer essa história de amor :D

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não tenho a menor vontade de conhecer essa série e por vários motivos, não sou muito fã de histórias de amor assim e nem de infinitas repetições de um mesmo termo, acredito que a versão em mangá deva ser mais atraente ao leitor, só que os personagens parecem muito mais novos do que realmente são, uma pena que não foi lançado assim por aqui.

    ResponderExcluir
  10. Eu li este livro, aliás, adoro a série dos ogros texanos da Diana. bateu saudades, pois tem um tempão que não leio.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails