21 de julho de 2015

Trecho: Ainda estou aqui


Eu era uma das crianças mais felizes do mundo. Porém, a cortina se abriu e começou o segundo ato do espetáculo, que até então era uma farsa, mas se revelou uma tragédia. Meu pai desapareceu em 1971, no mesmo ano em que morreu meu tio mais velho, Carlos. Meu avô morreu dois anos depois. De enfarto. De tristeza. Logo depois, outro tio morreu num acidente de carro na estrada que ligava a fazenda a São Paulo. Um terremoto abriu uma fenda. O sentido de tudo se modificou. Perguntamos o que alimentou uma vingança tão caprichada e cruel. O que fez os deuses da felicidade se voltarem contra nós. Morreu uma prima, a mais animada, que não tinha nem dezoito anos, de uma doença misteriosa. Depois outro primo, um menino lindo, num acidente de moto em Santos. A tragédia dos Paiva foi um contraste com a alegria das décadas anteriores. A família ruiu: não tinha estrutura emocional para administrar tudo aquilo.

Esse foi um trecho de Ainda estou aqui, de Marcelo Rubens Paiva. O livro será lançado em Agosto pela Alfaguara. A editora também irá lançar uma nova edição do seu livro Feliz ano velho.

Vocês já leram algum livro do autor?
Related Posts with Thumbnails