15 de setembro de 2015

Eyes Like Stars

The Stage Manager's voice crawled out of the storm, like a god's pronouncement from the heavens. "It is with deepest regret that I convey this news to you all: The Theater Manager is in his Office at this very moment, telling Beatrice Shakespeare Smith she must leave the theater."
(A voz do Gerente de Cena se arrastou para fora da tempestade, como o pronunciamento de um deus dos céus. "É com profundo pesar que eu transmito esta notícia a todos vocês: O Gerente do Teatro está em seu escritório neste momento, dizendo que Beatrice Shakespeare Smith deve deixar o teatro.")

Pense em um livro confuso a todo momento. Eyes Like Stars é assim.

Para começar, a história inteira se passa em um teatro. Beatrice, ou Bertie, é uma garota que viveu sua vida inteira no teatro, acompanhada de quatro fadas e outros personagens do mundo de Shakespeare. Os personagens/atores também não podem sair do teatro e estão ligados a seus papéis para sempre.

Isso poderia dar uma históra bem interessante, porém, a narrativa não ajudou. A todo momento está acontecendo um milhão de coisas, impossíveis de acompanhar. Você já jogou os jogos de videogame da Lego, em que cada hora você precisa olhar para um canto da tela e tem um monte de coisas explodindo? É tipo isso. Só que ver é uma coisa, ler isso tudo era extremamente confuso e cansativo.

Outra coisa que não ajudou é que não conheço as obras de Shakespeare a fundo, por isso, não conseguia entender as motivações do personagem X ou Y. Para piorar, um deles se chama Ariel, o que me fazia lembrar da sereia do desenho da Disney... Mas, aqui, Ariel era um homem, personagem de A Tempestade.


Eu terminei o livro com algum esforço e sem saber se eu havia gostado ou não dele. Eu tiro o chapéu para o mundo criado pela autora, todo o teatro e seus personagens são bem criativos, porém a narrativa confusa me impediu de gostar mais dele.

Eyes Like Stars é inédito no Brasil e é o primeiro livro da trilogia Théâtre Illuminata. Infelizmente, eu não gostei dele o suficiente para continuar a ler a série.

Nota:

6 comentários:

  1. Oiii Sora

    Conheci esse livro por indicação do querido Goodreads mesmo, mas achei confuso também, a história toda se passava em um teatro e o fato de ser em Inglês (e meu Inglês não ser nada bom....rsrs) ajudou a deixá-lo mais confuso. Eu amo livros de fadas e estava até empolgada por esse. As capas da série são maravilhosas, atraentes, mas achei que o livro poderia ter sido melhor, não sei, senti dificuldade nele também.

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  2. oi flor,
    não me lembro de ter lido algum livro com fadas no enredo, nem sei como seria a experiência, mas só acho que se o autor vai fazer uma aposta tão alta, deve ter cuidados essenciais para torná-la a mais clara possivel
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sora!

    Nossa, que chato, em?! Confesso que não me interessaria pelo livro ao ver a capa e ler a sinopse, arriscar numa leitura as vezes é bom, mas quando a estória não nos agrada... Sem comentários. rs

    Beijão,

    Samantha Monteiro
    Word in My Bag

    ResponderExcluir
  4. Oi Sora!
    ahhh livro assim eu nem anoto na lista...
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Sora! Que pena que a história não é tão boa assim, a premissa é bem interessante e saber que foi trabalhada de maneira confusa é triste.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Amei a capa, uma pena o livro ter sido tão confuso porque fiquei morrendo de vontade de saber mais a respeito - infelizmente não leio em inglês se não leria ele na hora. Teve alguns pontos que me chamaram bastante atenção, embora tenho certeza que ficarei tão confusa quanto você com a história.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Olá!
Agradeço muito pelo seu comentário!
Logo irei retribuir sua visita. :)

(Comentários que não estejam relacionados à postagem e contenham apenas propaganda serão excluídos)

Related Posts with Thumbnails